Xande, Lepri, Miyaos, Mackenzie: quem vai brilhar no Brasileiro especial de 20 anos?

Share it
Lucas Lepri comemora mais uma vitória no Jiu-Jitsu. Foto: GRACIEMAG

Lucas Lepri comemora mais uma vitória no Jiu-Jitsu. Foto: GRACIEMAG

O ginásio José Corrêa, em Barueri, em São Paulo, será mais uma vez o palco principal do tradicionalíssimo Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu, evento da CBJJ criado em 1994.

A edição de 20 anos do evento começa nesta quinta-feira, 1º de maio, e vai até o dia 4, domingo. Como de costume, uma constelação de astros garantiu presença no campeonato, casos de Xande Ribeiro, Lucas Lepri, Tarsis Humphreys e os irmãos Paulo e João Miyao.

Se vencer o absoluto, Xande vai conquistar o feito de ser bicampeão do aberto exatos dez anos depois de sua conquista, em 2004. Além do mais, só houve um faixa-preta bicampeão absoluto no Brasileiro, a lenda Fernando Tererê.

Não será moleza, claro. Entre seus mais fortes concorrentes, estão novatos como Felipe Preguiça, Igor Silva, Ricardo Evangelista, Murilo Santana e Luiz Big Mac, outro que pode buscar o bi absoluto (veja quadro no fim da nota).

Confira como está o panorama de cada peso na faixa-preta, e nos vemos em São Paulo!

Peso-galo:
Atual campeão dos magrinhos, Ivaniel Oliveira (Checkmat) defende seu título contra feras como Leandro Escobar (Soul Fighters), Raul Marcello (Ribeiro JJ), Jorge Nakamura (GFTeam) e outros talentos.

Pluma:
Uma das categorias mais emboladas do Brasileiro. João Miyao (Cícero Costha), campeão em Abu Dhabi, chega forte para seu primeiro Brasileiro como faixa-preta. Fera da Alliance, Thomas Lisboa entra bem na briga. Outro aluno de Cícero Costha no páreo é José Tiago.

Pena:
Divisão recheada de bons guardeiros, como os favoritos Paulo Miyao (Cícero Costha) e Leonardo “Cascão” Saggioro (BTT). David Juliano (Calasans BJJ), Erick Raposo (Soul Fighters) e Gabriel Marangoni (Zenith) também vão fazer barulho.

Leve:
O destaque no peso é o retorno de Lucas Lepri (Alliance). Mas olho vivo em Juan Kamezawa (Alliance), AJ Agazarm (GB), Sandro Vieira (Checkmat), Rafael Naves (Cícero Costha), Kim Terra (Caio Terra), Gabriel Rollo (Checkmat) e Alexandre Souza (Ryan Gracie).

Médio:
Agora no MMA, o manauara Diego Borges (Zenith) volta a vestir o pano. Mas vai ter de parar favoritos como Claudio “Caloquinha (GB), Victor Silvério (GFTeam), Eduardo Santoro, Gabriel Goulart (Alliance), Augusto Tio Chico (GB) e Caio Almeida (Ryan Gracie).

Meio-pesado:
Na provável melhor categoria do Brasileiro, o atual campeão Rodrigo Fajardo (GB) vai defender seu título, mas a divisão está aberta, já que conta com o colega Felipe “Preguiça” Pena (GB), Renato Cardoso (Checkmat), Murilo Santana (Barbosa), Jurandir Vieira (G13) e André Bastos (Nova União), entre outros novatos e veteranos cascudos. Quem arrisca um palpite aí?

Pesado:
Dimitrius Souza (Alliance) tem a missão de segurar seu ouro conquistado em 2013. Para tal, o aluno de Fabio Gurgel vai precisar domar Xande Ribeiro (Ribeiro Jiu-Jitsu), Rico Bastos (Bruno Bastos Association), Alexandro Ceconi (Ceconi Team), Leonardo Maciel (GFTeam), Augusto Ferrari (Cícero Costha), Diogo Almeida (Ryan Gracie), e Leandro Brassoloto (Atos). Que time!

Superpesado:
Tarsis Humphreys (Alliance), Igor Silva (GFTeam), Cassio Francis (GB) devem comandar a festa na categoria.

Pesadíssimo:
O atual campeão Ricardo Evangelista (GFTeam) voou dos Emirados Árabes para São Paulo com a meta de repetir a conquista. Mas Luiz “Big Mac” (Tozi), Kitner Moura (Ryan Gracie), Tiago Gaia (GFTeam), Bruno Matias (Checkmat) e Gabriel Lucas (Checkmat) prometem complicar e muito sua missão.

Feminino:
As estrelas do Jiu-Jitsu feminino também querem roubar a cena. Estarão lá Mackenzie Dern (Gracie Humaitá), Bianca Andrade (GB), Talita Treta (Ryan), Nádia Melo (GFTeam), Priscila Cardoso (GFTeam), Andresa Correa (Alliance), Ludymila Espindola (Checkmat), Andréa Pereira (Omar Salum) e Fernanda Mazelli (Striker JJ).

* Brasileiro de Jiu-Jitsu – Todos os campeões absolutos
1994 – Amaury Bitetti
1995 – Fabio Gurgel
1996 – Antonio “Nino” Schembri
1997 – Roberto “Gordo” Correa
1998 – Saulo Ribeiro
1999 – Murilo Bustamante
2000 – Marcio “Pé de Pano” Cruz
2001 – Fernando Augusto “Tererê”
2002 – Alexandre “Café” Dantas
2003 – Fernando Tererê
2004 – Alexandre Ribeiro
2005 – André Galvão
2006 – Marcelinho Garcia
2007 – Luiz Felipe “Big Mac”
2008 – Alexandre Souza
2009 – Tarsis Humphreys

2010 – Bernardo Faria
2011 – Leonardo Nogueira
2012 – Nivaldo Oliveira
2013 – Rafael Lovato Jr
2014 – ?

Para quem vai sua torcida, amigo leitor? Comente com a gente!

Ler matéria completa Read more
There are 22 comments for this article
  1. Rodrigo Castro at 1:49 am

    Interessante tivemos apenas um Bi Campeão Brasileiro do absoluto que foi o Tererê, parecem que não dão tão valor assim, e este evento com certeza é um dos principais evento do Brasil e do Mundo, e no pário tem apenas três para tentarem ser Bi, são eles Alexandre Ribeiro, Luiz Felipe “Big Mac” e Tarsis Humphreys …………..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *