Após polêmica, Jungle Fight marca revanche imediata entre Bilharinho e Israel

Share it
Bilharinho e Israel fazem nova batalha pelo Jungle Belt. Foto: Leonardo Fabri

Bilharinho e Israel fazem nova batalha pelo Jungle Belt. Foto: Leonardo Fabri

A batalha entre os pesos-galos Jonas Bilharinho e Mário Israel, realizada no Jungle Fight 67, terá um novo episódio. Após vencer e ficar com o cinturão, na decisão dividida dos jurados, o novo campeão terá que confirmar a superioridade em uma revanche contra o manauara, no dia 19 de julho, em São Paulo.

Logo após o evento de Foz do Iguaçu, no último sábado, o presidente do Jungle Fight, Wallid Ismail, havia descartado a possibilidade de uma revanche imediata. Porém, após rever o combate algumas vezes, o faixa-preta mudou de ideia e anunciou o novo encontro.

“Essa é a primeira vez que marco uma revanche imediata, nunca fiz isso antes na história do Jungle. Já assisti essa luta várias vezes, uma hora acho que deu Jonas, outra Israel, então dá para ver como foi equilibrada. Espero mais um grande show, e se essa primeira luta já foi assim, a próxima vai ser melhor ainda”, afirmou Wallid.

O duelo do último sábado, dia 29, em Foz do Iguaçu-PR, foi considerado um dos melhores e mais disputados da história do Jungle Fight. Porém, a decisão dos juízes causou reações divididas entre os fãs. Alguns acreditam que Mário Israel dominou o combate e conectou mais golpes, enquanto os que defendem o novo campeão alegam que ele anulou as tentativas de quedas do rival e contra-atacou com joelhadas e chutes.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Ler matéria completa Read more
There are 7 comments for this article
  1. Pedro Martine at 12:34 am

    Agora eu quero ver esse bailarino ser beneficiado mais uma vez pelos juízes.. mario israel vai com sangue nos olhos pra cima, é finalização no primeiro round

  2. Mayana Kellem at 3:44 am

    Após rever a luta….ate parece…foi a pressão que fizemos e a dor na consciência. Mario foi injustiçado. Por hora isso melhora sua imagem, mas não limpa o que aconteceu.

  3. Durval Graciano at 4:29 pm

    É o mínimo que podiam fazer, depois de um assalto que envergonha o esporte, e põe a prova a credibilidade dos eventos de MMA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *