Willian Viana e André Minobroca são coroados no WOCS 33

Share it
Willian Viana em combate com Porco Loco. Foto: Carol Correa/Divulgação

Willian Viana em combate com Porco Loco. Foto: Carol Correa/Divulgação

Com a presença do campeão dos leves do UFC, o americano Anthony Pettis, na arquibancada, na noite desta sexta-feira, dia 28 de março, Willian Viana e André Minobroca conquistaram os cinturões peso-galo e peso-mosca na primeira edição do WOCS em 2014.

Viana conquistou o título após interrupção médica na luta contra Cyderlan Porco Loco, enquanto Minobroca venceu Jamilson Dadozinho por decisão unânime dos juízes, em duelo muito equilibrado. Diego Braga também brilhou, finalizando Kell Fúria com um estrangulamento raro no terceiro round, depois de quase dois anos sem lutar. O próximo show será no dia 16 de maio, em Montes Claros (MG).

Phillip Lima, Anthony e Sergio Pettis, Diego Moraes e Tatá Duarte. Foto: Carol Correa/Divulgação

Phillip Lima, Anthony e Sergio Pettis, Diego Moraes e Tatá Duarte. Foto: Carol Correa/Divulgação

O americano Anthony Pettis, marcou presença na 33ª edição do WOCS. Em passagem pelo Brasil, acompanhando de seu treinador Diego Moraes e do irmão Sergio Pettis, ele vibrou com os combates e entregou o prêmio a Sergio Curva, vencedor do duelo contra Igor Benzininha. Pettis assistiu a dois combates e muito ovacionado pelo público, foi bastante atencioso.

Viana conquista cinturão após corte profundo na cabeça do adversário

A luta principal da noite, entre Cyderlan Porco Loco e Willian Viana, foi marcada pelo equilíbrio. Logo no início, Willian encaixou uma sequência incrível de joelhadas, quase levando o adversário ao chão. Porco Loco reagiu, alternando bons golpes de direita, encurralou Willian na grade e o derrubou, mantendo a luta no chão durante todo o primeiro assalto.

Viana começou melhor o segundo round, e com bons jabs abriu um corte profundo na cabeça de Cyderlan, fazendo a luta ser paralisada. Após análise do médico, foi decidido que o atleta da PRVT não teria mais condições de prosseguir no combate, e Willian Viana foi declarado vencedor, conquistando cinturão até 61kg do WOCS.

“Infelizmente terminou dessa forma, mas eu não escolho como vou ganhar e estou muito feliz com o resultado independente de como foi. Eu já estava atrás desse cinturão há muito tempo e graças a deus consegui ganha-lo e dedico a todos meus alunos que estão aqui presentes”, disse.

Minobroca vence Dadozinho e dedica cinturão a amigo falecido

O encontro entre Jamilson Dadozinho e André Minobroca, válido pelo cinturão dos moscas, era cercado de muita expectativa. Mais experiente que o adversário, Dadozinho logo tomou a iniciativa. Mas, Minobroca se defendeu bem, impediu as quedas do adversário e partiu para cima acertando bons socos. O atleta da Relma Combat, conseguiu segurar o ímpeto de Dadozinho, e com uma estratégia bem definida durante todo o combate, foi declarado vencedor por decisão unânime dos juízes. Minobroca não conteve a emoção e chorou muito no cage após o anúncio oficial. Apesar da derrota, Dadozinho foi ovacionado pelo público presente.

“Estou muito emocionado, quero agradecer demais ao Relma, apesar de não acreditarem, nós temos muito lutadores bons na nossa academia. Eu queria dedicar esse título também ao meu amigo Udson, que faleceu recentemente, esse cinturão é para ele”, vibrou

Em luta emocionante, Diego Braga apaga Kell Fúria

Na melhor luta da noite, Diego Braga e Kell Fúria fizeram um duelo extremamente equilibrado. Kell começou melhor e com um chute alto quase derrubou Diego logo no primeiro minuto. No segundo round, Diego voltou melhor e por pouco não nocauteou Kell. O atleta da BTT, sentiu o cansaço e diminuiu o ímpeto do primeiro round, proporcionando a Diego Braga a oportunidade de levar a luta para o chão e dominar o combate. No último round, Braga aplicou um estrangulamento raro que apagou Kell Fúria, finalizando a luta. O atleta da Team Nogueira conseguiu sua 22ª vitória na carreira.

Finalizações e nocautes abrem card

Os atletas das quatro primeiras lutas do card não deixaram o resultado nas mãos dos juízes. Ainda no round inicial, Marcos Nenê nocauteou Carlos Lobo na primeira luta da noite. Miguel Santana nocauteou Gabriel Manna no primeiro assalto e Sergio Curva e Fernando Santos finalizaram, respectivamente, Igor Benzininha e Paulo Cesar Índio com um mata-leão.

WOCS 33 – RESULTADOS OFICIAIS

Até 61kg: Willian Viana (TFT) venceu Cyderlan Porco Loco (PRVT) por nocaute técnico aos 30seg do R2 – Disputa de Cinturão dos galos
Até 57kg: André Minobroca (Relma Combat) venceu Jamilson Dadozinho (TFT) na decisão unânime – Disputa de Cinturão dos moscas
Até 77kg: Diego Braga (Team Nogueira) venceu Kell Fúria (BTT) com um estrangulamento a 1min 21seg do R3
Até 70kg: Fernando Santos (Nova União) finalizou Paulo Cesar Índio (Serpente Thai) no mata-leão aos 4 min do R3
Até 77kg: Sergio Curva (RFT) finalizou Igor Benzininha (GBCT) no mata-leão aos 2mim 46 seg do R1
Até 77kg: Miguel Santana (CM System) venceu Gabriel Manna (Baixinho Team) por nocaute técnico a 2min e 12seg do R1
Até 66kg: Marcos Nenê (Baixinho Team) venceu Carlos Lobo (TFT) por nocaute técnico a 1min 11s do R1

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *