Dan Henderson vira o jogo e nocauteia Shogun no UFC em Natal

Share it
Melhor no combate, Shogun foi surpreendido por duro golpe de Hendo no nariz. Foto: UFC/Facebook

Melhor no combate, Shogun foi surpreendido por duro golpe de Hendo no nariz. Foto: UFC/Facebook

Terra de lindas praias e dunas, Natal, no Rio Grande do Norte, foi o palco escolhido para uma das revanches mais aguardadas do UFC. Nesse domingo, dia 23 de março, o UFC Natal proporcionou aos fãs um combate de duas lendas do MMA mundial, Mauricio Shogun e Dan Henderson.

No combate principal, o americano se saiu melhor, ao virar a luta e vencer Shogun por nocaute técnico. No coevento, Cezar Mutante também foi superado, e CB Dollaway saiu com a vitória. Confira os destaques:

Depois de passar sufoco, Hendo conecta e vence Shogun

Muita expectativa rondava a luta principal do UFC em Natal. No cage, duas figuras míticas do MMA: Mauricio Shogun e Dan Henderson. De um lado, Shogun, 32 anos, vinha de vitória por nocaute sobre James Te Huna, e via em Hendo a chance de voltar aos trilhos na categoria de meio-pesados, ainda sonhando com o cinturão.

Do outro lado, Dan Henderson, lutador mais velho em atividade no UFC com 43 anos, vinha de duas derrotas seguidas, sendo a última quando venceu o próprio Shogun, na grande batalha de novembro de 2011.

A luta começou tensa, com os atletas se respeitando bastante. Shogun ditava o ritmo do combate com chutes baixo, e Hendo procurava brechas para encaixar sua “H-Bomb”, apelido carinhoso de seu temido overhand de direita. Apesar das investidas de Hendo, o primeiro knockdown veio de Shogun com uma combinação que atordoou Hendo.

A primeira coisa a se pensar naquele momento era: “Belfort realmente abriu o queixo de Hendo com aquele chute”, mas não foi bem por aí. Shogun foi rpa cima de Hendo após derruba-lo, mas golpeando por cima viu o americano ser salvo pelo soar do gongo.

No assalto seguinte, mais um golpe certeiro de Shogun, dessa vez um upper que deixou Dan meio desnorteado. Mas, usando a famosa recuperação mutante dele, Hendo absorveu o impacto de mais um duro soco, golpe este que teria nocauteado alguns dos nomes mais famosos do meio-pesado do UFC, e decidiu partir pra cima.

Na terceira etapa, mesmo com toda garra do mundo, Dan Henderson disparava socos e Shogun, com frieza de campeão, recuava e respondia. Porém, após não conseguir uma entrada nas pernas, Hendo levantou já com a direita engatilhada, e disparou no nariz de Shogun, que caiu para trás dando uma cambalhota. Por cima no solo, Henderson deu mais alguns socos e Hearb Dean interrompeu o combate. Vitória por nocaute técnico para o sênior mais casca-grossa do MMA. (Para rever o nocaute, clique aqui)

Mutante vai com tudo, mas é surpreendido por Dollaway

No coevento principal, Cezar Mutante entrava para duelar com CB Dollaway na divisão de médios. Cezar, embalado por duas vitórias seguidas no UFC, uma sobre Thiago Marreta por finalização e uma decisão sobre Daniel Sarafian, tinha do outro lado um Dollaway que vinha de derrota para Tim Boetsch.

No cage, menos de 40s foram suficientes para definir o vencedor. Mutante partiu pra cima com poderosos socos, enquanto Dollaway, experiente, aguardou o momento certo para contra-atacar. Enquanto Cezar investia nos cruzados, CB encostou na grade, dobrou um pouco o corpo e respondeu com um golpe seco no rosto de Cezar. Assim que o brasileiro foi ao solo, conferiu no ground and pound e garantiu mais uma vitória em solo brasileiro, sendo a anterior sobre Daniel Sarafian.

Outros destaques ficaram com o mata-leão de Jussier Formiga sobre Scott Jorgensen, que reclamou muito após o combate, alegando ter recebido uma cabeçada não intencional de Formiga, e para Godofredo Pepey, que vinha de duas derrotas no UFC e não precisou do seu Jiu-Jitsu apurado para vencer, e nocauteou Noad Lahat com uma joelhada voadora.

Confira os resultados abaixo:

UFC Fight Night: Shogun x Henderson 2
Ginásio Nélio Dias, Natal, RN
23 de março de 2014

Dan Henderson venceu Mauricio Shogun por nocaute técnico aos 1min31s do R3
CB Dollaway venceu Cezar Mutante por nocaute técnico aos 39s do R1
Léo Santos x Norman Parke foi declarado empate
Fabio Maldonado venceu Gian Villante na decisão unânime dos jurados
Michel Trator venceu Mairbek Taisumov na decisão unânime dos jurados
Rony Jason venceu Steven Siler por nocaute técnico a 1min17s do R1

Card preliminar

Thiago Marreta venceu Ronny Markes por nocaute técnico aos 53 do R1
Jussier Formiga finalizou Scott Jorgensen no mata-leão aos 3min07s do R1
Kenny Robertson finalizou Thiago Bodão no mata-leão a 1min45s do R1
Hans Stringer venceu Francimar Bodão na decisão dividida dos jurados
Godofredo Pepey nocauteou Noad Lahat aos 2min39s do R1

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. Jayme Pereira Nunes at 4:00 am

    shogun nunca "voltou" da mesma forma que aquela galinha morta que deram pro erik silva na ultima luta nao signifiica nada. lembra ate aqueles japneses que davam pro wanderlei no pride.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *