Thiago Bodão comenta mudança para os meio-médios no UFC Natal

Share it
Bodão(dir.) em sua batalha com Ahkmedov nos médios. Foto: Divulgação

Bodão(dir.) em sua batalha com Ahkmedov nos médios. Foto: Divulgação

Após começar no MMA e lutar 12 vezes na categoria peso médio, Thiago Bodão se prepara para estrear entre os meio-médios do UFC no próximo dia 23, em Natal.

O adversário será norte-americano Kenny Robertson, que em quatro duelos pelo Ultimate conquistou apenas uma vitória. Vindo de derrota, Bodão quer estrear na nova categoria com um nocaute e deixar um belo cartão de visitas para os fãs nordestinos:
“Meu adversário é um cara muito explosivo, difícil de colocar para baixo e com um bom chão. Mas não tem uma trocação confiável. Não acredito que ele vá querer trocar comigo, mas de qualquer forma preparei um cartão de visitas para ele. Vou para cima com tudo, botar a mão nele e dar um grande show para os fãs de Natal”, afirmou o atleta.
A decisão de descer de categoria aconteceu após o nocaute sofrido diante o russo Omari Akhmedov, em novembro, no UFC Goiânia. A desvantagem de tamanho para os demais atletas da categoria foi o principal fator para Bodão optar por essa mudança.
“Não sou um cara alto para 84kg, na verdade sou relativamente baixo. Eu percebi que isso poderia me atrapalhar, e como sabíamos que tinha coisa para queimar aqui, optamos por essa mudança. Estou me sentindo muito bem, muito forte. Tenho certeza que fiz a escolha certa, essa é a minha categoria”, explicou o atleta de 1,82m.
Aos 27 anos, Bodão acumula em seu cartel nove vitórias – sendo sete por nocaute – duas derrotas e um empate. Em 2012, o atleta ficou nacionalmente conhecido por participar da primeira edição do “TUF Brasil”.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.