Jiu-Jitsu rouba a cena na primeira edição do Jungle Fight Favela

Share it
Atletas em ação no Jungle Favela. Foto: Jungle Fight/ Welington Borges

Atletas em ação no Jungle Favela. Foto: Jungle Fight/ Welington Borges

A primeira edição do Jungle Favela, realizada na noite desse sábado, dia 8 de março, na Central Única de Favelas (Cufa), sob o Viaduto Negrão de Lima, em Madureira, foi um verdadeiro sucesso. Das sete lutas, apenas a última foi para a decisão dos jurados. O maranhense Antônio Silva e o peruano Jerry “Dragon Ball” fizeram um combate bastante equilibrado, que acabou sendo vencido pelo brasileiro por decisão dividida.

O duelo internacional do Jungle Favela era um dos mais aguardados da noite. A rivalidade entre os dois atletas apimentava o confronto, que, por pouco, não aconteceu no dia anterior, na pesagem, após uma encarada tensa. Apesar disso, a luta acabou não animando o público presente. Jerry e Ceará se estudaram durante a maior parte dos rounds e insistiram na luta agarrada. No fim, o peso-mosca brasileiro levou a melhor por decisão dividida. Vale lembrar que o peruano iniciou o combate com dois pontos a menos, por ter ficado acima do peso permitido na pesagem.

Se a luta principal não agradou tanto, o mesmo não se pode dizer do duelo entre os pesos-moscas Marcus Vinícius “Cabecinha” e Paulinho Capoeira. Os atletas subiram no cage dispostos a dar show, e conseguiram. Favorito e com a torcida do lado, Cabecinha foi melhor no primeiro round e incomodou o rival com jabs rápidos e sua exaustiva movimentação. Porém, no segundo assalto, ele acabou surpreendido pelo manauara, que conectou um direto certeiro no queixo do rival, que foi à lona. Apesar disso, o ex-desafiante ao cinturão deixou a arena ovacionado pelos fãs, em reconhecimento a todo esforço do lutador da equipe Clayton Mangueira.

Pupilo de Thiago Tavares chama atenção com o Jiu-Jitsu

A vitória mais convincente de todo o Jungle Favela foi de um jovem estreante, de apenas 20 anos. Gabriel Schlupp, pupilo do atleta do UFC Thiago Tavares, encarou o veterano Carlos “Capoeira”, de 35. Porém, a experiência não foi páreo para o talento e a juventude de Gabriel. Sem se intimidar, o catarinense partiu para cima do adversário e por pouco não o nocauteou no primeiro round. A vitória viria no assalto seguinte, com uma bela finalização na guilhotina. O outro representante da Tavares Team, Luiz Antônio, não teve a mesma sorte. Ele foi dominado por Rodolfo “Coronel” e acabou nocauteado no segundo round.

Jungle Fight Favela

Central Única de Favelas, Rio de Janeiro

8 de março de 2014

Antônio Silva “Ceará” venceu Jerry “Dragon Ball” por decisão dividida
Paulinho Capoeira nocauteou Marcus Vinícius “Cabecinha” a 1m51s do R2
Rodolfo “Coronel” nocauteou Luiz Antônio a 1m52s do R2
Gabriel Schlupp finalizou Carlos “Capoeira” na guilhotina aos 2m39s do R2
Átila Lourenço nocauteou Diego Santos a 1m57s do R2
José Cláudio finalizou Rafael Mota, aos 3m24s do R1
Bruno Alison “Emília” finalizou Isaac Pimentel aos 3m57s do R3

(Fonte: Assessoria de imprensa)

 

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *