A “pegada dominante” de João Gabriel e outras 5 dicas de passagem de guarda

Share it
João Gabriel na guarda de Leandro Lo. Foto: Gustavo Aragão/ GRACIEMAG

João Gabriel na guarda de Leandro Lo. Foto: Gustavo Aragão/ GRACIEMAG

João Gabriel Rocha é daqueles campeões que estudam e buscam alternativas para cada posição, analisando a arte nos mínimos detalhes. O estudo sempre dá resultados, como podemos ver nas recentes conquistas de João, com diversas medalhas douradas da IBJJF.

Dono de uma guarda arisca e excelentes passagens, o faixa-preta da GFTeam foi escalado por GRACIEMAG para ajustar seu jogo por cima. A seguir, aprenda cinco dicas de João Gabriel para embrulhar os guardeiros.

1. Base

“Sempre quando for passar a guarda a primeira coisa é ter postura, uma base boa. No geral, para ter uma boa base, seus pés tem que estar sempre alternados e nunca pode ficar paralelos. Isto deixa você com mais base. Procure também abaixar sempre um joelho do adversário.”

2. Pegadas dominantes

“Faça as pegadas dominantes. Faça com que as suas pegadas anulem a do adversário. A pegada dominante nada mais é que você dominar o guardeiro com sua pegada. Se o oponente segurar sua gola, por exemplo, e você não consegue estourar, faça a pegada na gola dele também. Isto é uma pegada dominante maior que a dele, pois você está por cima. Você está usufruindo da sua força e seu peso. Anule sempre o adversário, esteja um passo a frente.”

3. Passe a guarda fechada em pé

“Se a guarda estiver fechada, fique em pé para poder abrir. Assim é o jeito mais fácil. Quando eu fico em pé para passar, sempre tento dominar pelo menos uma manga do guardeiro. Você deve sempre buscar a manga ao contrário da sua. Se você vai usar a mão esquerda busque a mão direita do oponente. Nunca segure a manga do mesmo lado da sua mão, sempre pegue a inversa. Quando você abrir a guarda com a mão no joelho, sempre coloque seu joelho no meio para evitar que o adversário feche a guarda novamente, mas nunca fique muito tempo nesta posição. Vejo muita gente que vai passar a guarda, consegue abrir, mas para ali na guarda do oponente. Quando abrir a guarda não fique parado, busque a passagem.”

4. Não de espaço

“Não de espaço para o seu adversário, sempre o deixe numa posição desconfortável, dando pressão. Se eu for passar quando o oponente faz guarda-aranha, por exemplo, eu sempre dou pressão nas pernas dele, me afasto, abro o vácuo, jogo as pernas dele para o lado e passo toureando. Já numa guarda de gancho, eu consigo impor mais pressão no quadril dele. Eu não preciso dar tanta pressão na perna dele, e sim, no quadril. Isto varia muito. Você deve por pressão aonde necessita no momento.”

5. Não deixe o adversário segurar suas duas mangas

“Uma dica muito importante é nunca deixar o seu adversário segurar as duas mangas do seu kimono ao mesmo tempo, pois você não consegue fazer nada e ele estará numa posição muito confortável para te raspar. Quando ele segurar as duas gangas, use as duas mãos para estourar uma pegada.”

Ler matéria completa Read more
There are 10 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *