Aposta da GFTeam, Patrick Gaudio destrincha as manhas para vencer no Jiu-Jitsu

Share it
Patrick Gaudio, campeão do absoluto pesado na seletiva de Gramado. Foto: Arquivo Pessoal

Patrick Gaudio, campeão do absoluto pesado na seletiva de Gramado. Foto: Arquivo Pessoal

Patrick Gaudio, 20 anos, foi o melhor no absoluto faixa-marrom pesado (acima de 83kg) da seletiva do WPJJC em Gramado, no último fim de semana. Depois de bater na trave na peneira realizada em São Paulo, o aluno de Julio César ajustou alguns aspectos durante os treinos na GFTeam, como a passagem de guarda e o peso do quadril.

“Quando saí de casa para viajar a Gramado minha mãe chorou de saudade. Neste momento prometi que iria voltar com a vitória. Foi o que fiz: dei o melhor de mim e venci. Em São Paulo algumas lesões antigas me atrapalharam, mas curei e retornei bem aos treinos. Senti nos treinos que eu estava 99%, então fui buscar meu 1% com o ouro absoluto em Gramado. No fim eu pesei bem nos oponentes e meu jogo fluiu”, analisa Patrick.

O peso pesado da GFTeam não fica só jogando na pressão por cima, e gosta de usar raspagens e giros para as costas. Na final, surpreendeu Igor Schneider (Cícero Costha) ao puxar para a guarda.

“Em vez de trocar em pé, puxei para a guarda. Acho que isso frustrou o Igor, pois anulei a tentativa de queda dele. Já na guarda, dominei as mangas, lancei a De La Riva e raspei. Nem parei, e num bote só peguei as costas e finalizei no pescoço. O detalhe do arrocho foi deixar meu queixo colado no ombro dele, onde fiquei com mais ângulo e ajuste para finalizar”, detalha Patrick, que venceu quatro lutas no aberto.

O amigo de Rodolfo Vieira ainda destrinchou as principais armas que um campeão absoluto precisa ter hoje em dia:

“Acima de tudo ter calma, cabeça no lugar e saber que o absoluto é outra competição, não interessa se o oponente do outro lado venceu a categoria. Você também deve procurar fazer o adversário cair no seu jogo, e encarar cada luta como uma batalha a ser vencida, onde o objetivo final é ser campeão. Tenha equilíbrio em pé, uma posição de confiança e busque sempre uma motivação externa”, conclui a promessa.

Ler matéria completa Read more
There are 3 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *