Lyoto Machida e Ronaldo Jacaré vencem no UFC em Jaraguá

Share it

lyoto-jacaO UFC no sul do Brasil foi marcado pelo número de decisões. Dos 12 combates realizados em Jaraguá do Sul, no último sábado, dia 15 de fevereiro, apenas dois não foram para as mãos dos jurados. Porém, a quantidade de decisões não reflete na qualidade alta das batalhas, mas representa o equilíbrio dos combate realizados nesse UFC Fight Night.

O evento foi liderado pela vitória de Lyoto Machida sobre Gegard Mousasi, no evento principal, e por Ronaldo Jacaré, que superou Francis Carmont no coevento principal da noite.

Lyoto vence e fica próximo do cinturão

No evento principal da noite, Lyoto Machida e Gegard Mousasi se enfrentavam não só por mais um degrau na divisão dos pesos médios, mas por uma possível chance de ser o próximo atleta a desafiar o detentor do cinturão dos médios. Lyoto, ex-campeão peso meio-pesado do UFC, agora trilha seu caminho na divisão até 84kg. Mousasi, também variante em categorias, segue pelo mesmo caminho.

No combate, o que era de se esperar: como dois snipers que esperam o momento certo para atirar, ou até mesmo um bom lutador de Jiu-Jitsu que aguarda o momento certo para tentar uma finalização, Lyoto e Mousasi se estudaram bastante e, a cada brecha, eles se chocavam com golpes rápidos e incisivos. Nada de viagem perdida, não fosse pelas rápidas esqueivas dos atletas.

O combate, com momentos de solo pontuais, seguiu em batalha de trocação com momentos de equilíbrio. No final das contas, a decisão foi para os jurados e Lyoto Machida venceu de forma unânime, e garantiu seu nome como próximo desafiante ao cinturão peso médio do UFC.

Jacaré bate, leva pro solo, mas vence na decisão

No coevento principal de Jaraguá, Ronaldo Jacaré entrou para encarar o francês Francis Carmont. Acompanhado por Georges St-Pierre, ex-campeão peso meio-médio do UFC, Carmont tinha um retrospecto de seis vitórias seguidas ao seu favor. Jacaré, do outro lado, além do cinturão do extinto Strikeforce, vinha credenciado com duas grandes vitórias no UFC.

O combate, que começou estudado em pé, logo foi para o solo e Jacaré escorregou para as costas. O que se esperar nesse cenário? Finalização de Jacaré. Mas não foi bem assim. Ronaldo duelou com Carmont no solo por todo o round. O francês defendeu todas as investidas do campeão mundial de Jiu-JItsu, e o primeiro assalto terminou daquele jeito.

A segunta etapa teve uma tentativa de reação de Carmont. Com o combate mais trabalhado em pé, Francis conseguiu soltar mais seu jogo, mas Jacaré também não estava atrás na trocação, e atirou fortes direitas contra Carmont, que por vezes se via acoado no cage.

Após o incentivo de GSP entre o segundo e o terceiro round, Carmont foi com tudo para decidir o combate. Jacaré, por sua vez, se manteve sóbrio e compacto na guarda em pé, e conseguiu frustrar as investidas de Carmont.

Quando conseguiu, Jacaré levou para baixo, voltou para as costas e mais uma vez foi para tentar a finalização Carmont defendeu mais uma vez as investidas fo finalizador e o combate terminou no fim das três etapas. Na decisão, vitória para Jacaré na decisão unânime.

Outro destaques da noite ficaram para o triângulo de Charles do Bronx sobre Andy Ogle, para o nocaute de Erick Silva sobre Takenori Sato, e para a prematura comemoração de Viscardi Andrade, ao conseguir um knockdown no primeiro assalto. Seu oponente, Nocholas Musoke, se recuperou e o venceu por decisão.

UFC: Machida x Mousasi
Arena Jaraguá, Jaraguá do Sul, SC
15 de fevereiro de 2014

Lyoto Machida venceu Gegard Mousasi na decisão unânime dos jurados (Luta da noite)
Ronaldo Jacaré venceu Francis Carmont na decisão unânime dos jurados
Erick Silva nocauteou Takenori Sato aos 52s do R1 (Bônus Performance)
Nicholas Musoke venceu Viscardi Andrade na decisão unânime dos jurados
Charles Do Bronx finalizou Andy Ogle no triângulo aos 2min40s do R3 (Bônus Performance)

Card preliminar

Joe Proctor venceu Cristiano Marcello na decisão unânime dos jurados
Rodrigo Damm venceu Ivan Batman na decisão unânime dos jurados
Francisco Massaranduba venceu Jesse Ronson na decisão dividida dos jurados
Iuri Marajó venceu Wilson Reis na decisão dividida dos jurados
Felipe Sertanejo venceu Maximo Blanco na decisão unânime dos jurados
Ildemar Marajó venceu Albert Tumenov na decisão dividida dos jurados
Zubair Tukhugov venceu Douglas D’Silva na decisão unânime dos jurados

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *