Caio Terra: “Acho mais fácil sair da guarda 50/50 do que da guarda-aranha”

Share it
Caio Terra em ação no Europeu. Foto: Ivan Trindade/GRACIEMAG

Caio Terra em ação no Europeu. Foto: Ivan Trindade/GRACIEMAG

Mal o faixa-preta Caio Terra venceu o Europeu da IBJJF, em janeiro, e já está pronto para entrar em ação neste fim de semana, no San Francisco Open. GRACIEMAG foi bater um papo com um dos atletas mais fominhas do Jiu-Jitsu atual, e destilou algumas lições para nossos leitores este sábado.

GRACIEMAG: Como você avalia sua atuação entre os galos no Campeonato Europeu?

CAIO TERRA: Foi legal ver um estádio tão lotado em Portugal, a energia estava ótima em Lisboa. Senti o fuso horário, mas foi prazeroso poder competir lá. Fiz duas lutas e finalizei só a primeira. Na final, não consegui a finalização contra o japonês Koji Shibamoto, mas tentei de todos os jeitos: armlock, triângulo, chaves de pé e joelho, tentativas de pegar as costas. O mérito foi dele, que fez um grande trabalho e conseguiu escapar de todos os golpes. Estou curtindo, tento sempre mudar alguma coisa. Por exemplo, apesar de confiar mais na minha guarda, tenho mais prazer em jogar por cima. Hoje em dia é assim, luto apenas por diversão.

Na sua visão, como foi a final dos galos?

Fui para pegar. Talvez se eu tivesse lutado atrás de pontos o resultado seria diferente e a luta talvez não tivesse sido tão legal de assistir. Koji é indiscutivelmente um dos melhores faixas-pretas do peso-galo hoje. Fiquei bem impressionado com suas pegadas e habilidades de escapar de posições perigosas, sempre já atacando de volta.

Como você lidou com o lance do fuso?

Estava muito cansado na primeira luta por causa do fuso horário. Acordei às 23h e fiquei até 10h da manhã acordado, e fui lutar. Muita gente falou para eu ficar no estádio até a final, mas não me senti legal e fui para o hotel dormir. Apesar da minha primeira luta não ter sido complicada, eu sabia que o próximo oponente seria bem mais dureza, eu sabia que precisava dormir. Caso eu tivesse ficado no ginásio provavelmente teria perdido, pois foi uma luta dura e eu estava recuperado do sono. Aprendi que precisamos escutar mais o nosso corpo, nossa mente e a intuição do que as pessoas ao redor.

Como um estudioso do Jiu-Jitsu, você sente que há alguma posição evoluindo mais que as demais?

O Jiu-Jitsu está sempre em evolução em todas as posições. Acho que ainda tem muita gente que precisa aprender a guarda 50/50, por exemplo, para a posição evoluir mais. Porque, honestamente, vejo o pessoal falando mas não é difícil sair dela. E muitas pessoas ainda não sabem como, pois não estudam a posição. Acho mais fácil sair da guarda 50/50 do que de uma boa guarda-aranha, guarda fechada e até da meia-guarda. Mas como essas outras guardas estão mais estudadas, o pessoal conhece mais opções.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. Pedro Ivo at 7:01 pm

    concordo com ele, principalmente no caso de guarda fechada! eu vejo muita gente falando que duarda 50/50 e amarrada que num sei o que, pode ate ter uma verdade ai, mas meu amigo se o cara quiser amarrar mesmo na fechada, é o inferno, e definitivamente muita mais difícil de sair do que da 50/50, na minha opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *