Aldo sem traumas após contusão de Anderson: “Vou chutar sem dó”

Share it
Jose Aldo e Ricardo Lamas na coletiva do ufc 169 Foto Jeff Bottari Zuffa LLC via Getty Images

José Aldo Junior e Ricardo Lamas se encontraram nessa quinta em Nova York, na coletiva do UFC 169. Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images

Quem teve o privilégio de acompanhar alguns dos treinos do atual rei dos pesos penas do UFC, José Aldo Junior, na Nova União do Rio de Janeiro, pode confirmar o que ele próprio tem dito à imprensa: o campeão está uma máquina. Seja nas sessões de wrestling e Jiu-Jitsu, seja nos treinos de manopla, com direito a 50 tiros curtos para deixar Aldo pronto para explodir, no assalto que for, para cima de Ricardo Lamas, no coevento principal desta noite.

A dúvida da equipe GRACIEMAG, no entanto, era se a cabeça, sempre um ponto forte de Aldo, também estava na mesma calibragem que os músculos. Afinal, Aldo quebrou um pé durante sua última luta, ao chutar o sul-coreano Chan Sung Jung, em agosto último, no UFC 163. Já no UFC 168, no fim de dezembro, Aldo se impressionou ao ver o companheiro Anderson Silva quebrar a perna em pleno combate, contra Chris Weidman. Será que as duas contusões seriam capazes de promover alguma mudança no estilo e no ímpeto do brasileiro? Aldo garante que não, ele não mudou nada, nem técnica nem mentalmente.

“Para mim, não mudou nada (depois de Weidman x Anderson). Mesmo se o meu adversário tentar defender as caneladas como fez Weidman, eu não quero saber. Vou chutar esse cara sem dó. Ele (Lamas) pode tentar defender do jeito que ele quiser, vai tomar canelada na perna do mesmo jeito”, afirmou o nocauteador da Nova União, para o GRACIEMAG.com.

Para seu treinador Pedro Rizzo, o caminho é este. Mesmo porque, os erros já foram estudados para que não haja imprevistos como o de Anderson logo mais, na gelada Newark.

“Na verdade esse tipo de contusão é mais normal do que parece. Entendemos que o Aldo machucou o pé por um erro técnico. E que o Anderson errou também, é preciso lembrar. Não se pode esquecer da técnica, para chutar baixo é preciso combinar os golpes, usar a mão antes para acertar o rosto e confundir a defesa do oponente. Foram falhas que os dois cometeram. Naquele UFC Rio, contra o Zumbi Coreano, o Aldo simplesmente largou o pé, sem combinar como sempre faz. Ele está ciente disso, e vai partir para nocautear mais uma vez no UFC 169, sem trauma e sem pena”, disse o técnico de muay thai.

O UFC 169, que ainda tem a revanche entre Renan Barão e Urijah Faber como luta principal, ocorre hoje, a partir das 21h30m (horário de Brasília).

Qual será a luta da noite, amigo leitor? Comente com a gente.

UFC 169
Newark, Nova Jersey, EUA
1º de fevereiro de 2014

Renan Barão x Urijah Faber
José Aldo x Ricardo Lamas
Frank Mir x Alistair Overeem
John Lineker x Ali Bagautinov
Jamie Varner x Abel Trujillo

Card preliminar

Alan Nuguette x John Makdessi
Chris Cariaso x Danny Martinez
Nick Catone x Tom Watson
Al Iaquinta x Kevin Lee
Clint Hester x Andy Enz
Tony Martin x Rashid Magomedov
Neil Magny x Gasan Umalatov

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.