Há 50 anos, Carlson Gracie e Valdemar Santana cediam e marcavam nova luta

Share it
Carlson Gracie e Valdemar Santana (sunga branca) durante luta no ginasio do Colegio Marista, em 1970.

Carlson Gracie e Valdemar Santana (sunga branca) durante luta no ginásio do Colégio Marista, em 1970. Foto: Acervo da Família

Há 50 anos, um novo duelo entre Carlson Gracie e Valdemar Santana ganhava as manchetes dos diários esportivos no Rio de Janeiro.

Após três confrontos, os amigos e rivais haviam combinado de jamais lutarem novamente, mas, segundo o jornal “O Globo” da época, cederam ao desejo dos patrocinadores, que “ofereceram compensadoras luvas aos dois campeões”. O duelo foi marcado para março de 1964, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, e o jornal anunciava uma distribuição de prêmios aos torcedores.

Na época, Valdemar estava em plena atividade, com luta marcada contra Ivan Gomes.

Santana e Carlson lutariam seis vezes na carreira, sendo apenas a primeira, em 1955, nas regras do Jiu-Jitsu, já que o vale-tudo estava proibido na cidade. As duas seguintes seriam em 1956 e 1957. O quarto encontro entre Carlson e Valdemar, no entanto, não ocorreria no Rio de Janeiro.

Segundo Reila Gracie, no livro “Carlos Gracie – O criador de uma dinastia”, o reencontro se daria no estádio Fonte Nova, em Salvador, Bahia, onde os ex-parceiros de treino fariam mais uma luta nos anos 1960.

No dia 18 de dezembro de 1970, Carlson fez sua luta de despedida contra Valdemar, em Brasília: vitória do Gracie por pontos, em luta tranquila. Carlson, a partir dali, passou a dedicar-se aos alunos e a outro ofício esportivo: ser árbitro de futebol.

Relembre um dos confrontos entre eles, no Maracanãzinho.

Ler matéria completa Read more
There are 6 comments for this article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.