Boxeador estreia no profissional em luta com golpes ilegais: “Queriam briga de rua”

Share it
Yamaguchi (esq.) ao lado do irmão, o também boxer Esquiva Falcão. Foto: Carlos Arthur/GRACIEMAG

Yamaguchi (esq.) ao lado do irmão, o também boxer Esquiva Falcão. Foto: Carlos Arthur/GRACIEMAG

Pilar das artes marciais, o respeito ao adversário acabou perdendo a batalha para os ânimos exaltados no último sábado, 25 de janeiro, na estreia como profissional do pugilista brasileiro Yamaguchi Falcão, atleta do Brasil nos Jogos de Londres-2012.

O combate de Falcão contra o argentino Martin Fidel Rios nem chegou ao fim, marcado por golpes na nuca e costas, golpes após o soar do gongo e até cusparadas. Após o termino do segundo assalto, com os atletas ainda trocando golpes, o árbitro da luta, José Bezerra, desclassificou ambos. O juizão justificou:

“Eles não queriam lutar boxe, queriam briga de rua. Dei voz de comando mais de uma vez no ringue e eles não pararam. Desclassifiquei os dois, saí e disse que eles podiam brigar”, defendeu-se o experiente árbitro.

Se você não viu o ocorrido, confira o vídeo clicando aqui.

Ler matéria completa Read more
There are 5 comments for this article
  1. Jose Guterres at 7:59 pm

    Lamentável, pra um cara que passa pelas rotinas diárias de treino com pouquíssima infra estrutura, chegou aonde chegou, acabar a sua estréia por uma desclassificação. Fica o desejo sincero que este cara reflita, reveja alguns conceitos e de a volta por cima. OSS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *