No Europeu, prepare-se para ver os Miyao “focados no Jiu-Jitsu básico”

Share it
Irmãos Miyao posam  com a faixa-preta na Academia de Cicero Costha, em São Paulo. Foto: Lilian Caparroz/GRACIEMAG

Irmãos Miyao posam com a faixa-preta na Academia de Cicero Costha, em São Paulo. Foto: Lilian Caparroz/GRACIEMAG

Os incansáveis irmãos João e Paulo Miyao estão mantendo, na faixa-preta, o ritmo que começaram a mostrar desde a roxa. No último fim de semana, na seletiva de Jiu-Jitsu em Osasco, os magrinhos carimbaram novamente seus passaportes para Abu Dhabi. Mas houve alguma mudança sim, no estilo da dupla.

João conquistou o título na divisão até 64kg. Já seu irmão Paulo brilhou na categoria até 70kg. No absoluto, porém, os alunos de Cícero Costha desta vez não entraram, como de costume. “Agora na faixa-preta sentimos que vamos precisar analisar melhor em que absolutos vamos entrar”, explicou Paulo.

O treinador de ambos revelou ainda outra novidade no treino dos irmãos, no aspecto técnico: a maior atenção ao básico no Jiu-Jitsu, tanto por cima como na guarda.

Ao vibrar com os resultados positivos de ambos na faixa-preta, Cícero comentou:

“Quando eles chegaram à academia, só queriam fazer berimbolo e guarda. Mas se você raspa, o que você faz? Como você vai passar a guarda? Hoje, o Paulo e o João são lutadores mais versáteis, e estão mais focados no básico, ficando mais completos a cada dia. Eu lembro de ouvir muita gente dizer que quando os irmãos ganhassem a faixa-marrom eles seriam mais facilmente batidos. Passaram pela marrom sem problemas, ganharam a faixa-preta e continuam no topo ainda. Acho que vai demorar para aparecer algum atleta para bater neles”, apostou ele, antes de detalhar como os Miyao têm evoluído nos fundamentos.

“O berimbolo eles fazem perfeitamente há tempos, como todos percebem. Já a passagem de guarda e o jogo mais básico eles estão começando a pegar mesmo agora, depois de muito tempo treinando assim. Estão evoluindo bem em todos os fundamentos. É aquela história, se você coloca os garotos para lutarem no ‘enrosco’, eles fazem o enrosco perfeito. Mas agora estão passando a guarda muito bem também, como bons faixas-pretas que são. Antes os meninos só queriam fazer guarda. Hoje, se precisar raspar eles raspam, se precisar passar eles passam. Estão levando o seu jogo um nível acima”, atestou Cícero.

Candidatos ao pódio nos pesos pluma e pena neste fim de semana, no Europeu da IBJJF em Lisboa, os Miyao mantêm os pés no chão. E não querem saber de se mudar para uma casinha nova, como o professor gostaria.

“Toda vez em que tento alugar um espaço para colocar os garotos, eles caem em cima de mim bravos, reclamam mesmo. Ninguém quer sair da academia. Eles dormem lá na academia desde a faixa-azul, e porque gostam. Já tentei uma ou duas vezes arranjar um lugar para os irmãos e outra turma, mas eles não querem. Hoje temos 14 pessoas que moram na academia. Já está apertado, mas mesmo assim alguns deles me pedem para ficar lá. Eu não vou estragar o esquema que eles gostam, e sempre que me pedem eu deixo vir, afinal nosso projeto é assim, não vou deixar de dar uma oportunidade para as pessoas, afinal não sabemos o dia de amanhã”, concluiu.

Ler matéria completa Read more
There are 17 comments for this article
  1. Michel França at 8:04 pm

    Grande Cicero Costa meus parabéns pelo trabalho e realmente é de se tirar o chapéu para os garotos muitos criticam mais quero ver e fazer frente pois falar até papagai fala quero ver é cair para dentro!!Oss

  2. Gabriel Magalhães at 9:44 pm

    é isso ai cicero costha mostrando cada vez mais não só o grande professor que é mais tambem o otimo ser humano que é nunca deixando ninguem ficar na mão e trazendo sempre grandes lutadores

  3. Valdecy Viana at 3:36 pm

    isso sim e ajudar
    poderia muito bem
    nem ter ajudado os caras
    poderia ficar muito bem pagando pal por que tem os melhores faixas
    pretas
    mas nao ta ai pra contar a historia
    e fazer novas historias
    #ossCICERO

  4. Tiago Borges at 2:36 pm

    Quem conhece ou já conheceu o projeto do Cição, não me deixa mentir … Sem palavras pra descrever o nível de ser humano que essa pessoa é, o que faz para a rapaziada a bem o BJJ … enquanto muitas escolas estão aí preocupadas em encher suas e aumentar seus lucros, ele não, preocupada em dar uma oportunidade a quem não tem … O resultado esta aí, não preciso falar nada OS

  5. Tiago Borges at 2:42 pm

    Quem conhece ou já conheceu o projeto do Cição, não me deixa mentir o que é PSLPB… Sem palavras pra descrever o nível de ser humano que essa pessoa é, o que faz para a rapaziada, a dedicação ao bem BJJ … enquanto muitas escolas estão aí preocupadas em encher suas e aumentar seus lucros, ele não, preocupa se em dar uma oportunidade a quem não tem, preocupa se em formas campeões e lutadores excepcionais … O resultado esta aí, não preciso falar nada OS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *