BJ Penn visita o Tijuca Tênis Clube, palco de seu histórico título mundial de Jiu-Jitsu

Share it
BJ Penn enquanto atleta do Jiu-Jitsu. Foto: Gustavo Aragão/ GRACIEMAG

BJ Penn enquanto atleta do Jiu-Jitsu. Foto: Gustavo Aragão/ GRACIEMAG

“Primeiro gringo campeão mundial faixa-preta”. É assim que se autodenomina, em português claro, o campeão mundial de Jiu-Jitsu e campeão de duas diferentes categorias do UFC, BJ Penn.

Em passagem pelo Brasil, mais precisamente ao treinar na equipe Nova União, com Dedé Pederneiras, José Aldo, Renan barão e os demais integrantes da equipe, BJ fez uma saudosa visita ao Tijuca Tênis Clube, ginásio que o consagrou como primeiro não brasileiro a ser campeão mundial de Jiu-Jitsu na faixa-preta, em 2000.

As lembranças são muitas, como o grito de guerra que dizia: “ah ah ih, o BJ do Havaí”. Mas o que BJ também leva dos tempos áureos dos campeonatos de pano é a gratidão que tem para com a arte suave:

“Eu devo muito da minha vida ao Jiu-Jitsu. Eu não sei o que estaria fazendo hoje se não fosse pelo Jiu-Jitsu e pelo Mundial”, disse BJ.

Após as conquistas de kimono, BJ Penn fez sucesso no MMA, sendo campeão no UFC na divisão de leves e meio-médios e conquistando fãs ilustres, como o ex-campeão peso médio do UFC Anderson Silva.

Confira a entrevista com BJ Penn no Tijuca Tênis Clube, produzida pela casca-grossa Ana Hissa, clicando aqui!

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *