Confira as estrelas do Jiu-Jitsu brasileiro que estão confirmadas em Abu Dhabi

Share it
João Miyao em ação. Foto: Vitor Freitas/GRACIEMAG

João Miyao em ação. Foto: Vitor Freitas/GRACIEMAG

O dia 18 de janeiro foi um sábado capaz de sacudir o ginásio principal de Osasco, em São Paulo, que amanheceu repleto de estrelas do Jiu-Jitsu na plateia, como Marcio Pé de Pano, Rodolfo Vieira, Leandro Lo, Gabi Garcia e Mário Reis.

Com um Jiu-Jitsu envolvente, vários atletas garantiram seus pacotes com direito a passagem aérea e estadia em Abu Dhabi, a capital dos Emirados, com tudo pago. Tudo fruto da boa técnica e do esforço demonstrados nesse sábado, na seletiva realizada pelo faixa-preta Fernando Paradeda.

As moças, como de praxe, realizaram as finais antes dos homens. As lutadoras vitoriosas, no fim do dia, foram Ariadne, Jéssica Cristina, Luiza Monteiro, Monique Elias e Andressa Correa.

No peso até 54kg, a faixa-marrom Ariadne de Oliveira (Mestre Wilson) finalizou Carla Franco (Pedra 90) num rápido e justo triângulo para garantir a vaga no torneio principal em Abu Dhabi.

No peso até 60kg, a recém-graduada faixa-preta Jéssica Cristina (Miquinho JJ) raspou Nádia Melo (GFTeam) para conquistar o título.

A categoria 66kg não viu surpresas. Atleta da escola de Cícero Costha, a consistente Luiza Monteiro marcou 10 a 4, com direito a raspagens e uma montada, na adversária Suelen Tobias (GFTeam), para conquistar o ouro e o voo para Abu Dhabi.

Monique Elias debutou com a faixa-marrom. Foto: Vitor Freitas/GRACIEMAG

Monique Elias debutou com a faixa-marrom. Foto: Vitor Freitas/GRACIEMAG

No peso até 72kg, em luta travada na guarda 50/50, a faixa-marrom Monique Elias (Alliance) superou Talita Treta (Ryan Gracie) na decisão dos árbitros, após 0 a 0 no placar.

Já na acima de 72kg, a faixa-preta Andressa Correa (Alliance) estrangulou Jéssica Costa pelas costas e confirmou a ida ao reino dos Zayed.

Masculino vê coroação de 2 Miyao, Peinado e Caloquinha

No masculino, recheado de feras, salvaram-se oito atletas.

Os coroados foram: João Miyao, Paulo Miyao, Cláudio Caloquinha, Jaime Canuto, Diogo Moreno, Antonio Peinado, João Gabriel Rocha e Thiago Gaia.

Paulo Miyao ajusta o berimbolo. Foto: Vitor Freitas/GRACIEMAG

Paulo Miyao ajusta o berimbolo. Foto: Vitor Freitas/GRACIEMAG

Na divisão mais leve do torneio, até 64kg, a equipe de Cícero Costha fez festa. João Miyao fechou a divisão com o companheiro de equipe, Gilberto Polim.

Na categoria até 70kg, um choque de gerações. Campeão mundial em 2004, o amazonense Fernando Vieira largou as luvas para lutar a seletiva. Na semifinal, Fernandinho foi rápido e finalizou Elton Tadeu (GB). Do outro lado da chave, Paulo Miyao bateu Nicolas Welker (Ryan Gracie) ao pegar as costas. Na final, Miyao venceu Fernando Vieira na decisão do juiz.

No peso até 76kg, triunfou a experiência de Claudio Caloquinha, da Gracie Barra. O aluno de Vinicius Draculino venceu, em sua trajetória, o novo faixa-preta Rafael Henrique (Gordo) por dois pontos. Na final, Caloquinha derrubou e passou a guarda de Thiago Aragão (Checkmat).

Jaime Canuto tenta passar a guarda. Foto: Vitor Freitas/GRACIEMAG

Jaime Canuto tenta passar a guarda. Foto: Vitor Freitas/GRACIEMAG

Na divisão até 82kg, uma revelação da GFTeam roubou a cena. Jaime Canuto eliminou o cascudo Adriano Silva (Barbosa) na semifinal; na disputa pelo título, Canuto venceu Murilo Santana (Barbosa) com uma raspagem.

Mas, a categoria que mais chamou atenção de fato foi a até 88kg. Na divisão, o astro do UFC Serginho Moraes foi eliminado por Renato Cardoso, por obra de um justo leglock, nas quartas de final. Na semifinal, o atleta da Checkmat pegou Pedro Mello num justo triângulo. Do outro da chave, o guerreiro Diogo Moreno (Soul Fighters) passou por Rubens Pedroso via estrangulamento. Na final, Moreno venceu Renato por duas raspagens, após evitar novos ataques nos pés e joelhos. Do lado de fora, João Gabriel se emocionou com a vitória do amigo.

Já o boa-praça Antonio Peinado retornou às competições com vitória. Na categoria até 94kg, o batalhador atleta da Alliance superou Cássio Francis (GB) por uma vantagem e fechou com o amigo Fabiano Junior, que venceu Wancler Oliveira (GFTeam) na semifinal. Peinado ficou com a passagem.

Na divisão até 100kg, João Gabriel Rocha foi o destaque. O faixa-preta fez duas lutas para garantir a vaga. Na semifinal, o lutador que agora treina na GFTeam eliminou Roger Ambrosi (Ryan Gracie) por quatro vantagens. Na final, João esticou o braço de Romes Pereira (Rio Grappling).

Por fim, na categoria acima de 100kg, a chave omoplata de Thiago Gaia (GFTeam) foi eficiente. Na disputa pelo ouro, Gaia raspou e finalizou Gilmar Oliveira (GB) pelas costas.

As disputas do absoluto entre faixas-azuis, roxas, marrons e pretas ocorrem amanhã. Acompanhe as novidades em tempo real, no instagram de GRACIEMAG.

Qual para você foi o resultado mais marcante? Comente.

Ler matéria completa Read more
There are 16 comments for this article
  1. Rafael Santiago Vitorino at 2:25 am

    O Caloquinha não passou a guarda do Thiago Abreu "Baiano". Ele venceu por duas vantagens. 2×2 nos pontos (o Thiago puxou após o Caloquinha, assim o Caloquinha subiu e abriu 2×0, no final o Baiano raspou da meia guarda) e 4×2 nas vantagens para o Caloquinha.

  2. Wellington Rodrigues DE Amorin at 6:07 pm

    boa tarde e uma pena vcs divulgarem so adulto no domingo teve tres lutas emocionate de duas criaças de 5 anos o placar foi 2 vitorias de marlon silva e uma vitoria jose dimarzio o publico aplaudiu de pe a lutas deles foi emocionante considera a melhor de domingo e nao tem uma foto de e nenhum video e uma pena . as crianças sao começo de tudo para jiu jitsu divulguem eles . sao merecedores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *