Xeque dos Emirados vence torneio internacional de Jiu-Jitsu e quer lutar Europeu

Share it
Após vencer no Kuwait, o jovem xeque comemorou numa fazenda com os amigos. Foto: Divulgação

Após vencer no Kuwait, o jovem xeque comemorou numa fazenda com os amigos. Foto: Divulgação

O tapete sagrado que une príncipes e plebeus atraiu mais um xeque para seus domínios. O novo apaixonado pelo Jiu-Jitsu é o xeque dos Emirados Árabes Saqer Al Qassimi, de 25 anos. Aluno de Antônio Marcos, o popular Ratinho, que ensina há um ano e meio no emirado de Ras Al Khaimah, o membro da família real sagrou-se campeão de um torneio no Kuwait, após pouco mais de seis meses de treino.

“O fato nos enche de orgulho, especialmente porque os xeques dos Emirados Árabes Unidos são os grandes incentivadores do esporte por aqui, como vocês sabem. Xeque Saqer é da família real do emirado de Ras Al Khaimah, e após duas lutas duras, contra atletas de outros países, venceu seu primeiro torneio, o International Gulf Brazilian Jiu-Jitsu Championship, na capital do Kuwait”, comenta Marcos. O torneio foi realizado no último dia 26 de dezembro. “Na primeira luta, na categoria até 85kg, ele venceu um lutador de MMA, atleta do evento Desert Force. Na final, bateu um faixa-preta de judô”, resume.

“Ele tem treinado com a gente cerca de cinco vezes por semana. É sempre um complicador conseguir introduzir integrantes da família real para treinarem forte nos tatames, quanto mais vê-los viajar para competir, por isso o feito é marcante, histórico e o maior vencedor com certeza é o nosso Jiu-Jitsu”, comemora o faixa-preta de Fabricio Bicudo.

O xeque, que dedicou a medalha de ouro ao príncipe Mohammed bin Zayed, grande patrono da arte suave no país, agora sonha com voos mais altos.

Apesar de ter na agenda uma copa em Abu Dhabi nos dias 7 e 8 de fevereiro, o faixa-branca de sangue azul quer disputar uma medalha no Europeu de Jiu-Jitsu, entre os dias 23 e 26 de janeiro, em Lisboa, Portugal.

O Jiu-Jitsu segue cada vez mais popular nos Emirados, agora com um xeque campeão. Foto: Saeed Al Jenaibi/Divulgação

O Jiu-Jitsu segue cada vez mais popular nos Emirados, agora com um jovem xeque competidor. Foto: Saeed Al Jenaibi/Divulgação

“Sempre gostei de lutar e fazer wrestling, então quando o Jiu-Jitsu chegou ao nosso clube quis logo experimentar. É um esporte amigável, e não resulta em contusões sérias como o kickboxing, por exemplo”, disse Saqer Al Qassimi, em entrevista ao jornal dos Emirados “The National”. “Eu não esperava vencer, decidi competir para conferir como estava meu nível. A vitória me motivou, e minha prioridade agora é lutar o Europeu de Jiu-Jitsu. Se conseguir ir, vou lutar em Portugal”.

E você, também pretende se testar contra os melhores da Europa, Japão e Oriente Médio? A hora é agora. Inscreva-se no site da IBJJF.org e participe do primeiro grande torneio de 2014.

Ler matéria completa Read more
There are 17 comments for this article
  1. Marcos Ratinho at 5:21 pm

    A materia esta bacana demais! Por aqui conseguimos mostrar que alem de esporte, filosofia de vida e nossa prioridade, o pais e super desenvolvido, estruturado e hoje as escolas de Abu Dabhi ensinam Jiu-Jitsu como disciplina escolar diaria, nas Bases Militares o Jiu-Jitsu tambem e aplicado diariamente, esse projeto se extende por todo o pais. Motivo de orgulho porque somos mais de 200 professores, 95% brasileiros e a grande maioria se "entrega" pelo ensinamento do Jiu-Jitsu, Vlw galera e que um dia possamos adquirir a mesma valorizacao no nosso pais, Oss.

  2. Sheena Fatania at 7:14 pm

    congrats Marcos Ratinho and to your student Saqer Al Qassimi!! All your hard work and dedication to Jiu-Jitsu is paying off and you are now showing everyone what can be done!!!! keep up the fantastic work that you are doing and am so proud of you!!!!

  3. Pedro Ivo at 1:35 am

    Pela regra nova parece que não pode. Não so de Judo, atletas com experiência comprovada no wrestling, sambo entre outros não podem competir de branca. Li isso há um tempo atrás, vou procurar a fonte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *