Astro de Hollywood recebe faixa-preta postumamente, Franjinha comenta

Share it
Franjinha e Paul Walker, astro de Hollywood.

Franjinha e Paul Walker, astro de Hollywood.

Astro da série “Velozes e furiosos”, Paul Walker morreu no dia 1 de dezembro, durante um assustador acidente de carro em Valencia, Califórnia, EUA. Paul era faixa-marrom quando faleceu.

Seu professor e amigo, Ricardo “Franjinha” Miller decidiu conceder ao ator a faixa-preta póstuma, numa homenagem bonita. E comentou a atitude, no site da escola de Jiu-Jitsu Paragon:

“Lembro que Paul entrou na minha academia e na minha vida em 2004. Era nossa academia antiga. Tínhamos um banheiro, nenhum chuveiro, e o espaço de tatame não era maior do que 65 metros quadrados. Eu não o reconheci quando ele chegou. Em parte, porque ele não se portava como estrela de cinema. Sem ego, mantinha o bom humor e tinha sempre o
sorriso engatilhado. Como a estrutura espartana da nossa escola, ele era simples e despretensioso. Nossa ligação foi além da dinâmica de aluno e professor. Tornamo-nos amigos depressa. Recentemente, Paul me levou a Montreal para acrescentar um toque pessoal às cenas de luta em seu filme ‘Brick Mansions’.

“Ele sempre queria mostrar o Jiu-Jitsu em seus filmes. Em lugar dos socos e chutes comuns em filmes de ação, ele queria usar seus filmes para divulgar o Jiu-Jitsu. Algumas das técnicas das nossas sessões de treino foram utilizadas na série ‘Velozes e Furiosos’. Paul dizia que ele não queria só ser conhecido pelos carros rápidos, queria ser
conhecido pelos carros e pelo Jiu-Jitsu. Ele queria ser um embaixador do Jiu-Jitsu. A sequência de ação dos seus sonhos era um estrangulamento arco e flecha. Ele até bolou um formato hollywoodiano para o golpe. Infelizmente, não houve tempo para usá-lo.

“Aos que criticam a homenagem, sinto na obrigação de lembrar que nosso Jiu-Jitsu não se resume a medalhas em torneios ou aplicação de golpes. Não é apenas estar ralando a bunda no tatame diariamente. É, sim, um comprometimento em relação à nossa arte, uma vontade de auxiliar quem necessita, uma vontade irresistível de estar sempre melhorando sua
alma até o dia de sua morte e, principalmente, evitar a estagnação nos becos e pecados que a vida botam no caminho.

“Na minha visão e no meu coração, Paul Walker é um faixa-preta in memorian da escola Paragon.

“Por fim, ainda lembro de uma das nossas primeiras conversas. Sentados de kimono no dojô, Paul, como qualquer faixa-branca, quis saber sobre como alguém se torna faixa-preta. Eu lhe disse que na Paragon nós não distribuímos faixas-pretas. Disse que não importava quem ele fosse, não receberia uma ‘faixa-preta de celebridade’. Ele adorou. Disse que
sabia que estava começando tarde, aos 31 anos, mas estava determinado a virar faixa-preta. E me disse: ‘Vou ganhar minha faixa-preta, nem que seja no caixão'”.

Ler matéria completa Read more
There are 40 comments for this article
  1. Regin Manoel at 2:25 pm

    discordo totalmente do mestre em questao.

    jiu-jitsu como qualquer esporte é feito na base da ralação mesmo!

    gostaria de ver esses gringos q sao preta, lutando com os pretas do brasil pra ver se num instantinho eles nao ficariam no maximo na azul…

  2. Tom Jovi at 2:27 pm

    Mais que merecido!!como atleta e como pessoa, ainda mais hoje em dia em uma sociedade de hipocrisia e status, uma pessoa humilde tem que ser sempre reverenciada..oss R.I.P Paul

  3. Tom Jovi at 2:27 pm

    Mais que merecido!!como atleta e como pessoa, ainda mais hoje em dia em uma sociedade de hipocrisia e status, uma pessoa humilde tem que ser sempre reverenciada..oss R.I.P Paul

  4. Junior Leal Guedes at 2:40 pm

    Concordo plenamente com o mestre Franjinha. Afinal, podemos sempre levar em conta a frase que diz que jiu jitsu não é só arte macial mas sim um estilo de vida, um caráter moldado pela arte suave é bem melhor do que qualquer outro caráter formado na base do "eu posso", "eu sou melhor". Humildade. OSS

  5. Junior Leal Guedes at 2:40 pm

    Concordo plenamente com o mestre Franjinha. Afinal, podemos sempre levar em conta a frase que diz que jiu jitsu não é só arte macial mas sim um estilo de vida, um caráter moldado pela arte suave é bem melhor do que qualquer outro caráter formado na base do "eu posso", "eu sou melhor". Humildade. OSS

  6. Thiago Moreira at 4:45 pm

    Bela Homenagem….que frase;

    Não é apenas estar ralando a bunda no tatame diariamente. É, sim, um comprometimento em relação à nossa arte, uma vontade de auxiliar quem necessita, uma vontade irresistível de estar sempre melhorando sua
    alma até o dia de sua morte e, principalmente, evitar a estagnação nos becos e pecados que a vida botam no caminho.

  7. Siqueira Marcell at 6:30 pm

    Vim saber que Helio disse isso agora, sempre falei por concordar com Bruce Lee, quando disse que a faixa é só uma tira da pano para segurar as calças…

  8. Gian Palmieri at 8:46 pm

    Quem rala pra caramba treinando sabe que faixa não é simplesmente para segurar a calça!!Naquela faixa vem sua dedicação, determinação, seu respeito ao mestre, irmãos de treino, a filosofia do seu esporte, seu suor!!Mestre Hélio disse isso em tom de brincadeira, mas tenho certeza que ele mais do que ninguém sabe o significado de uma faixa vermelha!!

  9. Cristiano Kaminishi at 3:59 am

    O cara tinha 40 anos de idadee era ator de Hollywood , nåo era lutador de campeonatos . O Jiu Jitsu nåo se resume a ganhar torneios . O cara fazia por hobby , pra adquirir um conhecimento da arte suave ! Mereceu sim receber a faixa preta mesmo depois de morto .

  10. Thiago Saldanha at 3:31 pm

    Só serve pra amarrar as calças porra nenhuma. Você nunca deve ter colocado um kimono e treinado jiu jitsu pra falar tal bobagem. A faixa é parte do kimono, e o kimono é como uma armadura para seu lutador. Nao fale bobagens !

  11. Marcell Siqueira at 8:01 pm

    Thiago Saldanha kimono armadura? sei… ta assistindo muito desenho animado…

    Bruce Lee e Hélio Gracie, dois tolos por dizerem isso, né? ¬¬ Cada um com sua ideia e opinião. Não Acho a faixa inútil, mas já vi muito graduado passar mal com faixa branca, se é que vc n entendeu o ponto…

  12. Thiago Saldanha at 1:15 am

    Marcell Siqueira cala a sua boca seu merda. Sou bi-campeao mundial e campeao pan americano. Respeito é algo que voce provavelmente nao conhece. Mas faz uma coisinha… vai treinar e depois vc me diz se a faixa serve somente pra amarrar kimono. Ja viu branca dando sufoco em preta ! Isso é a coisa mais comum que existe. Se nao treinar, qualquer preta fica frouxo.

  13. Marcell Siqueira at 5:32 pm

    Thiago Saldanha vai chorar é? hahaha babaca demais

    Treina mais a mente, pra n parecer um cachorro raivoso… deve malhar o bumbum demais, n esquece a mente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *