Nate Diaz nocauteia Maynard; Peña e Holdsworth campeões do “TUF 18”

Share it

Nate Diaz vence mais uma no UFC. Foto: UFC/Divulgação

Mais uma edição do The Ultimate Fighter termina, e mais um evento se conclui com as finais do reality show que impulsionou a popularidade do UFC no mundo todo. O programa, liderado por Miesha Tate e Ronda Rousey, teve saldo melhor para Miesha, que foi responsável pelo treinamento dos dois campeões da noite: Julianna Pena e Chris Holdswoth.

Na luta principal , Nate Diaz não se abalou com o possível jogo de quedas de Gray Maynard e botou seu atípico boxe para funcionar, vencendo Maynard por nocaute técnico no primeiro assalto. Confira os destaques:

Nate Diaz usa seu característico boxe para vencer

Na última luta da noite, Nate Diaz fechava mais uma trilogia do UFC contra Gray Maynard. Apesar de um dos embates ter ocorrido dentro da casa do “TUF”, o que torna a luta não contabilizada no cartel, tudo na promoção do embate era relacionado a mais uma trilogia. Divergências técnicas à parte, vamos falar da luta. Ou quase.

O combate, agendado para três assaltos, não utilizou muito dos cinco minutos iniciais. Maynard começou trazendo perigo ao derrubar Nate, mas este foi esperto ao ir para grade e usar as costas para escalar e, logo em seguida derrubar Gray.

Maynard se levantou, e Nate tentou mais uma queda, sem sucesso. O que restou? Colocar o diferente boxe dos irmãos Diaz em ação, e não deu outra. Com golpes rápidos e precisos, Nate conseguiu balançar Maynard, e sem desperdiçar a oportunidade, largou mais uma ótima sequência de socos, obrigando o árbitro a parar a luta.

Na final do “TUF 18”, o Time Tate vence

Na primeira disputa final do “TUF 18”, Miesha Tate levou a melhor, com seus dois atletas finalistas levando a melhor sobre dois atletas de Ronda Rousye, campeã peso-galo feminino do UFC. Imaginar o quanto a competitiva Rousey deve estar aguardando pelo dia 28 de dezembro, quando encara Tate no cage no UFC 162, é impossível no momento. Mas vamos aos combates finais.

Na final feminina, as guerreira que superaram o programa para estrear no UFC foram Julianna Pena, do time Tate e Jessica Rakoczy, do time Rousey. Elas, que já pisaram no octagon fazendo história, por serem as primeiras mulheres a decidirem uma final do “TUF”, mostraram logo no início quem levaria a melhor no embate.

Comandando desde os primeiros instantes da disputa, Julianna pressionou na grade, derrubou, trabalhou para montar e, da posição de vantagem, fez chover socos sobre Jessica. Apática diante dos consecutivos golpes, Rakoczy não teve muito o que fazer, a não ser espera o árbitro encerrar o combate, faltando apenas um segundo do fim do assalto. Vitória mais que convincente de Julianna Pena, primeira campeã do “TUF”.

Já na final masculina do “TUF 18”, Chris Holdswort e Davey Grant pisaram no cage do UFC com a pressão da estreia e com a ansiedade de definir quem seria coroado vencedor do reality show.

Com um início movimentado, e com golpes voando entre os atletas num primeiro assalto equilibrado, o combate foi definido apenas no segundo round, quando Grant tentou finalizar Chris, mas este, malandro que só, aproveitou a brecha, escorregou para as costas e pegou Davey no mata-leão com pouco mais de 2min do assalto.

Brasileiro Rani Yahya é superado na decisão

No card preliminar, Rani Yahya encarou o estreante filândes Tom Niinimaki. Bastante ofensivo, Rani trabalhou seu Jiu-Jitsu em diversas ocasiões para tentar finalizar Tom, mas o estreante carne de pescoço escapou de todas e foi definido como vencedor na pontuação dos jurados laterais.

Confira os resultados oficiais:

TUF 18 Finale: Maynard x Diaz
Las Vegas, Nevada – EUA
30 de novembro de 2013

Nate Diaz venceu Gray Maynard por nocaute técnico aos 2min38s do R1 (Nocaute da noite)
Julianna Pena venceu Jessica Rakoczy por nocaute técnico aos 4min59s do R1
Chris Holdsworth finalizou Davey Grant no mata-leão aos 2min10s do R2 (Finalização da noite)
Jessamyn Duke venceu Peggy Morgan na decisão unânime dos jurados
Raquel Pennington venceu Roxanne Modafferi na decisão unânime dos jurados

Card preliminar

Akira Corassani venceu Maximo Blanco por desqualificação do oponente (joelhada ilegal)
Tom Niinimaki venceu Rani Yahya na decisão dividida dos jurados
Jared Rosholt venceu Walter Harris na decisão unânime dos jurados
Sean Spencer venceu Drew Dober na decisão unânime dos jurados
Josh Sampo finalizou Ryan Benoit no mata-leão aos 4min31s do R2 (Luta da noite)

5_KORAL_RodapeVIP_8501

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *