Rodrigo Minotauro rebate Chael Sonnen: “Não ganhou nada, é um ninguém no MMA”

Share it

Rodrigo Minotauro fala sobre Sonnen durante o Circuito Team Nogueira. Foto:  Carlos Arthur/GRACIEMAG

O ex-campeão dos pesados do UFC Rodrigo “Minotauro” Nogueira até que tentou, mas indagado sobre Chael Sonnen, não conseguiu conter o desabafo.

No palco do Castelo em Rio das Pedras, no Rio de Janeiro, após o encerramento da quarta edição do Circuito Team Nogueira de MMA, o mito do Pride abriu o verbo sobre o wrestler, um exímio provocador que não tem dado trégua a seu irmão, Rogério Minotouro, após o anúncio de mais uma contusão do gêmeo peso meio-pesado, desta vez nas costas. Rogério não luta desde fevereiro deste ano, quando venceu bem Rashad Evans, por decisão unânime, no UFC 156.

Em substituição a Minotouro, o nigeriano Jimi Manuwa será o adversário do sueco Alexander Gustaffson em Londres, em 8 de março.

Treinador do próximo “TUF Brasil 3”, juntamente com Wanderlei Silva, o americano destilou o veneno ao dizer que “Junior Cigano bem poderia emprestar um pouco do seu coração para o Pequeno Nogueira enquanto seu rosto melhora”, e ainda que Minoto “assina seus contratos do UFC com tinta invisível”, Rodrigo disse, em entrevista a Rafael Luna, da rádio Bradesco Esportes:

“Eu evito até mencionar o nome desse cara para não dar ibope. Ele não ganhou nada no nosso esporte, para mim ele é um ninguém, nem vale a pena mencioná-lo. Ele até está certo no que faz, como ele não tem currículo nenhum como lutador, tem mais é que falar. Como atleta, a boca é a melhor arma dele”, alfinetou Minotauro, que se recupera de lesão no braço e pretende voltar no início de 2014.

Dentro do cage, nocauteador se aposenta

Com 17 vitórias e sete derrotas na carreira, o nocauteador Eduardo Pachu, 33 anos, surpreendeu os alunos e amigos ao declarar a aposentadoria, após derrubar Guilherme Sawaya na luta principal do evento.

“Já estou nessa estrada há muitos anos [desde 2004] e chegou a hora de me dedicar a dar aulas, estou com um filho pequeno e com uma grande oportunidade de trabalhar, e decidi que é hora de pendurar as luvas. Aproveitei esse evento aqui em casa, diante dos meus amigos, para fazer o anúncio. Ninguém sabia dessa minha decisão, só minha família e uns poucos camaradas”, disse o peso leve dono de um afiadíssimo muay thai, em entrevista à rádio Bradesco Esportes.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. JC SI at 4:10 pm

    É isso mesmo!
    Esse cara não é ninguém.Nunca fez nada pelo esporte a não ser passar uma péssima imagen. Polemizando e avacalhando com a boa imagem do MMA!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.