Durinho, Leandro Lo, Clark Gracie e DJ vão para incendiar Mundial de Jiu-Jitsu Sem Kimono

Share it
Gilbert Durinho volta a atuar no MMA em evento no Rio de Janeiro. Foto: Arquivo/GracieMag.com

Gilbert Durinho volta a atuar no Jiu-Jitsu. Foto: Arquivo/GracieMag.com

A um dia do fim das inscrições para o Mundial de Jiu-Jitsu Sem Kimono de 2013, o evento sem pano mais prestigiado da IBJJF ganhou musculatura e promete ser um dos pontos altos do semestre, no mundo das lutas.

Beirando os mil inscritos, o campeonato marcado para 2 e 3 de novembro ganhou com as presenças de Leandro Lo, atual bicampeão mundial de pano, e também de Clark Gracie e DJ Jackson. Treinador de chão de Vitor Belfort na Flórida, Gilbert “Durinho” Burns, campeão mundial sem kimono em 2010, também caiu dentro da disputa e os quatro devem se encontrar na Pirâmide de Long Beach.

E você, vai dividir o dojô com essas feras ou não? Acesse o site da IBJJF.org e garanta presença.

Mesmo com luta de MMA marcada para 5 de dezembro, contra o rival Paulo Bananada no Coliseu de Maceió, Durinho optou por se testar no Mundial, e explicou os motivos.

“Sempre competi desde os meus 12 anos, e nessa transição para o MMA tive de me afastar um pouco das competições de Jiu-Jitsu, mas estou sempre treinando e de olho nos torneios. Já estava nos meus planos lutar o Mundial Sem Kimono ano passado, mas nessa data eu estava no Brasil. O Vitor me deu apoio, como vocês viram pelo instagram, e ele é um grande amigo, mas foram na verdade meus outros alunos e amigos que me incentivaram, em especial minha esposa, Bruna. Como eu treino wrestling e Jiu-Jitsu sem kimono o tempo todo, ela perguntou por que eu não iria participar”, lembrou Durinho.

O lutador da Blackzilians, que tem se preparado com nomes como Gesias Cavalcante, Manoel Soares, Jorge Santiago, Eddie Alvarez e o campeão de wrestling Kenny Monday, explicou onde e como a luta olímpica tem fortalecido seu jogo:

“A base deles é realmente muito boa. Os caras de alto nível se posicionam bem, têm muito gás e se embolam bem, acabam caindo por cima no famoso ‘scramble’. Sabe, aquela posição em que eles explodem para evitar a queda ou se levantar? Pois então, é preciso estar no tempo certo e com as posições bem justas para lutar contra wrestlers”, analisa o campeão mundial dos leves de 2011.

No peso médio neste Mundial Sem Kimono, Durinho promete o mesmo estilo agressivo. Mesmo se colidir com o agora peso médio Leandro Lo, um dos fenômenos da atualidade e nome a ser batido:

“Na real sou um peso médio de fato, sempre baixei peso para lutar entre os leves. Sem kimono, já que a Federação tira os três quilos extra do kimono, fica difícil para mim competir até 73kg, então luto como 79kg, mas continuo forte e com meu estilo agressivo, com gás e agilidade. O Leandro Lo, como você disse, é o cara a ser batido, é muito completo e joga bem por cima e por baixo, mas não vou mudar nada no meu jogo. Vou atacá-lo e botar pressão, vou tentar anular o jogo dele e fazer o meu”, planeja.

Quando o dia da luta chegar, Durinho já sabe no que pensar:

“Gosto muito de competir, sentir a adrenalina. Na véspera, gosto de ouvir música, ver um filme e estar com a familia, concentrado mas sem pensar só em luta. O macete é relaxar e curtir, amo o que faço, me vejo como um privilegiado por por competir no Jiu-Jitsu, arte que amo, então no dia vou simplesmente curtir a jornada”, conclui a fera.

Para conferir quem confirmou presença no Mundial Sem Kimono 2013, clique aqui!

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.