Campeão master de Jiu-Jitsu e atleta de MMA ensina 5 macetes para a passagem de guarda

Share it

Rodrigo Pinheiro vibra após o título. Foto: Ivan Trindade/ GRACIEMAG

No último fim de semana, a Pirâmide de Long Beach, na Califórnia, foi exclusiva dos veteranos do Jiu-Jitsu. Pelo Mundial Master & Sênior da IBJJF, o sempre perigoso Rodrigo Pinheiro (Gracie Humaitá) voltou a fisgar, aos 32 anos, uma medalha de ouro no meio-pesado.

O amazonense, que precisou vencer quatro lutas, foi campeão duas semanas após finalizar Joseph Daily no primeiro round no Legacy MMA, pelas costas.

“A lição maior é a da superação, de acreditar. Inscrevi-me na última semana em função da minha luta de MMA. Estava com alguns machucados, mas a vontade de lutar e o coração de competidor falaram mais alto. Sei que posso fazer frente a qualquer um, sou um competidor de natureza. Gosto de superar desafios, e venci quatros lutas numa chave com 22 atletas”, destacou, em papo com GRACIEMAG.

Na final, Rodrigo precisou passar por Diego Gamonal, da BTT.

“A gente já havia lutado algumas vezes, e sabia o jogo de cada um. No início ele fez uma vantagem tentando derrubar, mas não me abalei e corri atrás. Tentei quedar, fiquei atacando o tempo todo por cima e, quando agarrei as pernas dele para derrubar, a luta foi para fora e o juiz me deu uma vantagem, já no finzinho. Na hora da decisão, o juiz levantou minha mão. Ataquei mais e venci. Os treinos com o Diego Brandão do UFC fizeram diferença, ele luta para a frente. Isso me ajuda a não deixar os adversários chegarem em posições confortáveis”, comentou.

Rodrigo concluiu deixando cinco dicas para você afiar as passagens de guarda:

1. Ao pensar em passagem de guarda, pense no quadril. Controle o quadril, aprenda a pesar sua cintura e mover rumo a passagem apenas na hora certa.

2. No ato da passagem, deixe o quadril colado ao chão, para impedir que o guardeiro reponha ou capote você.

3. Imponha sua vontade, empurre o guardeiro para que ele permaneça com as costas coladas no chão. O desconforto dele é vital para você ser bem-sucedido.

4. Ajuste suas pegadas com calma.

5. Ao chegar ao cem-quilos, se preocupe em estabilizar primeiro. Depois pense em finalizar. Primeiro faça os pontos, não se afobe para encerrar a luta. Afobar é o primeiro passo para perder a posição.

Último dia para assinar e ganhar o kimono do Jacaré

Ler matéria completa Read more
There are 6 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *