Edson Barboza comenta treinos de Jiu-Jitsu com Renzo e Cachorrão para o UFC

Share it

De faixa-roxa na cintura, Barboza treina seu Jiu-Jitsu para aprimorar seu jogo no UFC. Foto: Divulgação

Conhecido por suas fortes pernadas e poder nocauteador no cage, Edson Barboza não deixou de lado a filosofia do Jiu-Jitsu, por mais que o seu ponto de destaque seja em pé.

Buscando a plenitude enquanto lutador de MMA, o atleta vem afiando seu jogo na arte suave com ninguém menos que Renzo Gracie e Ricardo Cachorrão.

GRACIEMAG bateu um papo com Edson, e na conversa o mesmo comentou sua evolução no Jiu-Jitsu, seus treinos com Renzo, Cachorrão e também com o duríssimo Frank Edgar, além de analisar seu próximo adversário no UFC. Confira!

GRACIEMAG.com: Como andam seus treinos de Jiu-Jitsu e como você vê a arte no seu jogo? Um antídoto ou um arma?

Edson Barboza: Como eu sempre falo, no MMA tudo pode acontecer. Quando eu estou na Flórida eu treino com o duas vezes campeão mundial, Raphael Chaves e quando eu venho para Nova Jersey eu treino com Ricardo “Cachorrão” Almeida e Renzo Gracie. Eu não treino Jiu-Jitsu para anular jogo de ninguém , eu treino para fazer parte do meu jogo e eu sei que posso surpreender com meu jogo de chão.

O que você mais gosta de treinar no Jiu-Jitsu? Tem alguma posição de ataque que você encaixa melhor ou acha mais eficiente no seu jogo?
Cada vez que eu treino Jiu-Jitsu mais eu gosto dessa arte, tem sempre algo diferente, algo novo para aprender. É realmente uma arte que é um jogo de xadrez ali, e qualquer detalhe faz a diferença. A minha posição favorita eu deixo em segredo. Hahaha.

Como é treinar com o Frankie Edgar? O que você já conseguiu absorver de um dos ex-campeões mais duros do UFC?
Treino com muito de tudo com o Frankie, desde wrestling e sparring ao jogo de chão. Eu acho que o que eu aprendo com o Frankie vai além de técnicas, ele está sempre disposto a treinar duro, o cara não para. Então ele está sempre me empurrando para fazer o meu melhor, e eu empurrando ele. Eu dou o meu melhor, e ele da o melhor dele durante os treinos, então todo treino é duro. Eu digo que é uma grande benção fazer parte da equipe Ricardo Almeida, tanto pelos treinadores quando pelos parceiros, eu posso dizer que somos uma verdadeira família aqui.

E com o Renzo e o Ricardo? Os dois já lutaram no UFC e experiência é o que não falta. Teve alguma grande lição que você já pescou dos cascas-grossas?
Renzo e Ricardo são demais. Ótimos professores, sempre dispostos a ajudar, não é a toa que estão rodeados de campeões. Eu não posso dizer uma lição que eu tiro deles, porque todo dia, todo treino eu aprendo com eles.

O seu adversário, o Danny Castillo, é um wrestler que já conseguiu algumas vitórias expressivas, tanto no WEC quanto no UFC. Já dá para projetar um caminho para a vitória sobre ele?

É o Castillo é um cara renomado, muito bom wrestler e ele vai lutar em casa. Eu estou feliz, estou treinando wrestling já há bastante tempo em New Jersey com Frankie Edgar, com a equipe do Elite e do Edge. A nossa equipe já está analisando o jogo dele para procurar o melhor caminho para traçar a nossa estratégia e seguir rumo a mais uma vitória.

 

Assine e Leve um Kimono Koral Exclusivo

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *