As lições e dicas de Lucas Lepri, ouro absoluto no Atlanta Open de Jiu-Jitsu

Share it

Lucas Lepri, campeão absoluto no Atlanta Open de Jiu-Jitsu. Foto: GRACIEMAG

No último fim de semana, Lucas Lepri (Alliance) foi o melhor faixa-preta do Atlanta Open de Jiu-Jitsu. Antes de fechar o absoluto com o amigo Bruno Malfacine, ele precisou estrangular Oliver Geddes.

Mas nem tudo deu certo, já que Lucas ficou com a prata no peso, na divisão dos médios. O que ele aprendeu com a medalha de prata? O professor da Alliance conta a seguir em conversa com GRACIEMAG.

GRACIEMAG: Qual foi seu saldo no Atlanta Open de Jiu-Jitsu?

LUCAS LEPRI: O mês de agosto foi bem puxado para mim. Tive quatro seminários, além da carga de aulas e treinos para o ADCC. Decidi lutar o campeonato de última hora. Então estava cansado e não rendi bem fisicamente no torneio. Mas toda experiência é válida. Fiz duas lutas, uma no médio onde fiquei com o vice, e uma no absoluto antes de fechar com o Malfacine.

O que deu errado na final do médio contra o Vitor Oliveira, da GFTeam?

O Vitor é um atleta dono de uma base muito boa. Porém, sem desmerecer a atuação dele, infelizmente a pontuação do juiz foi errada. Já vi o vídeo da luta várias vezes e ficou claro, para mim, que não perdi essa luta. Foi uma guerra como previsto, mas os dois pontos que o juiz deu para ele quando puxei para guarda não foram corretos. Eu tive a iniciativa de puxar para a guarda e isso foi nítido. Eu poderia também ter rendido muito mais na luta, porém meu corpo não respondia devido ao cansaço.

Qual foi a lição que você aprendeu?

Jamais ultrapasse o limite do seu corpo. Mesmo cansado eu quis lutar, mas não rendi meu melhor. Nos próximos torneios vou respeitar meu corpo para chegar bem. Descansar será o primeiro passo. E o meu Jiu-Jitsu será o mesmo de sempre.

Antes de fechar o absoluto, você passou pelo Oliver Geddes (Academia Roger Gracie). Como foi?

Fiz apenas uma luta no aberto, e venci por finalização. Oliver me puxou, mas não deixei fechar a guarda. Com o joelho no meio das pernas dele, fui tentando passar e ao mesmo tempo ajeitando a lapela no pescoço, até conseguir estrangular.

Qual é o seu segredo para ir bem em competições de Jiu-Jitsu?

Tudo depende do adversário na competição. Para você se dar bem e vencer, você precisa usar a combinação de posições. Isto é um fator importante. Não deixe que seu adversário se acomode. Busque sempre estar um passo à frente que ele!

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. Romero Jacare Cavalcanti at 1:47 am

    Com relacao a essa luta tambem concordo com o Lucas apesar de sermos do mesmo time, o Anjinho foi muito infeliz em dar os pontos de queda, e so ver que quem iniciou o movimento de puxar pra guarda foi o Lucas, os 2 pontos nao existiram so vantagem, apos isso ele deu outra vantagem acertada ao Vitor mas na sequencia o Lucas forca o atleta a sair da area de luta, e nao ganhou vantagem , enfim mais uma arbitragem infeliz, sem desmerecer o Vitor que nao teve culpa de nada e e um grande lutador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *