Carlos Condit e Rafael dos Anjos vencem no UFC em Indianápolis

Share it

Carlos Condit vence na revanche contra Kampmann. Foto: UFC/Divulgação

Mais uma vez o UFC foi apresentado de forma extraordinária numa quarta-feira, mas não deixou a desejar em nada se comparado aos eventos apresentados no sábado. Com lutas movimentadas e finalizações técnicas, o UFC: Condit vs Kampman agitou quem deixou de ver a rodada do futebol para acompanhar os craques do MMA.

O evento, realizado no dia 28, em Indianápolis,  teve na luta principal os preciso e contundentes golpes de Carlos Condit, que feriram e superaram um determinado Martin Kampmann, além da grande vitória de rafael dos Anjos sobre o favorito Donald Cerrone no coevento principal da noite.

Carlos Condit x Martin Kampmann

No último combate da noite, Carlos Condit usou de seu favoritismo e nome construído no UFC para tentar limpar o revés sofrido para Martin Kampmann na revanche agendada para o evento. A luta começou com superioridade de Kampmann, que conseguiu anular o jogo de Condit levando-o para baixo consecutivas vezes, trabalhando golpes por cima. Já no segundo assalto, e com uma estratégia diferente, Condit evadiu melhor suas pernas, evitando o double leg, deixando o single, e correndo de costas para a grade evitando as quedas. Ao escapar, Carlos usou de sua melhor técnica em pé para golpear, esquivar das investidas de Kampmann e atacar no contragolpe.

Tendo dominado o segundo assalto, e tendo trabalhado da mesma forma no terceiro, tirando um momento de reviravoltas no solo, com tentativas de ambos atletas de finalizar, a quarta etapa foi a decisiva para a conclusão do embate. Com um Martin Kampmann muito atingido no rosto, Condit foi para cima e, antes mesmo de Kampmann ter tempo para respirar, Carlos combinou, segurou no clinch e aplicou três joelhadas, a última levando Martin a sentar no solo já fora de combate. O árbitro interrompeu a luta e Condit levou por nocaute técnico aos 54s do round.

Após a luta, quando perguntado sobre quem gostaria de enfrentar após, Condit não pensou baixo e pediu Johny Hendricks ou até mesmo uma revanche com o atual campeão Georges St. Pierre, que encara Hendricks pelo cintura no evento do dia 16 de novembro, no UFC 167.

Rafael dos Anjos x Donald Cerrone 

Rafael dos Anjos comemora sob o olhar dos treinadores Roberto Gordo e Rafael Cordeiro. Foto: UFC/Divulgação

No coevento principal, o único brasileiro no card apresentado em Indianápolis fez bonito. Número 10 do ranking de leves do UFC, Rafael dos Anjos encarou um duro Donald Cerrone, localizado na sexta posição do mesmo ranking.

No início do embate, os atletas se estudaram trocando fortes chutes. Socos também entraram na equação, mas a potência nas pernas de ambos chamava mais a atenção. Para desequilibrar na trocação, Rafael combinou com socos, fechando com um duríssimo cruzado de direita, que deixou Cerrone no knockdown. Mesmo com o sufoco, o americano se recuperou e manteve-se vivo no combate, sendo recebido no solo por Rafael que por cima, dentro da guarda, golpeou com socos e cotovelos para garantir o primeiro assalto.

Na segunda etapa, Rafael, que é faixa-preta de Roberto Gordo, mostrou que nem só da experiência no Jiu-Jitsu foi feita sua carreira no MMA, dando tanto trabalho para o trocador Cerrone em pé que o americano viu como opção de saída derrubar. No solo, lugar de conforto de Rafael dos Anjos, o brasileiro se fez valer da experiência, movimentando bem o quadril e evitando as investidas por cima de Cerrone. Após se levantar, Rafael ainda cinturou para derrubar e terminar a segunda etapa golpeando por cima.

O terceiro round foi dramático. Donald Cerrone foi para cima do brasileiro com tudo que tinha. Sem se intimidar, Rafael continuou soltando golpes, mas o Cowboy veio decidido a terminar com combate. Nos últimos instantes do combate, Rafael se evadiu o máximo que pode, para segurar a vitória por dois rounds de vantagem e se sagrar vencedor da luta.

Outros destaques ficaram para o triângulo de mão de Zak Cummings sobre Ben Alloway, para a estreia com nocaute de Brandon Thatch sobre Justin Edwards, e para a vitória de virada de Dylan Andrews sobre Papy Abedi. Confira os resultados abaixo:

UFC: Condit vs Kampmann
Indianápolis, Indiana, EUA
28 de agosto de 2013

Carlos Condit venceu Martin Kampmann por nocaute técnico aos 54s do R4 (Luta da noite)
Rafael dos Anjos venceu Donald “Cowboy” Cerrone na decisão unânime dos jurados
Kelvin Gastelum finalizou Brian Melancon no mata-leão aos 2min26s do R1
Court McGee venceu Robert Whittaker na decisão dividida dos jurados
Takeya Mizugaki venceu Erik Perez na decisão dividida dos jurados
Brad Tavares venceu Robert “Bubba” McDaniel na decisão unânime dos jurados

Card preliminar

Dylan Andrews venceu Papy Abedi por nocaute técnico a 1min32s  do R3
Brandon Thatch venceu Justin Edwards por nocaute técnico a 1min23s  do R1 (Nocaute da noite)
Darren Elkins venceu Hatsu Hioki na decisão unânime dos jurados
Jason High finalizou James Head na guilhotina a 1min41s do R1
Zak Cummings finalizou Ben Alloway no triângulo de mãos aos 4min19s do R1 (Finalização da noite)
Roger Bowling x Abel Trujillo foi declarado no contest

Ler matéria completa Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.