José Aldo pula para fora do octagon e defende o cinturão no UFC 163

Share it

Aldo superou o duro Zumbi Coreano na luta principal desta edição. Foto: Josh Hedges / Zuffa LLC via Getty Images

Mais uma edição do Ultimate atracou na cidade do Rio de Janeiro, e mais um card foi apresentado para a ensandecida platéia presente nesse dia 3 de agosto, na Arena da Barra. Ao todo, 12 lutas foram exibidas para o público, que pode presenciar José Aldo defendendo o seu cinturão peso-pena contra o Zumbi Coreano, além da polêmica derrota de Lyoto Machida para Phil Davis e Amanda Nunes vencendo uma histórica luta neste UFC 163. Confira os destaques:

José Aldo x Zumbi Coreano

 A luta mais aguardada da noite trazia muitas surpresas para o público. De um lado, o incontestável campeão peso-pena do UFC, José Aldo. Do outro, um praticamente desconhecido coreano chamado Chan Sung Jung, o Zumbi Coreano. Aquela que parecia uma vitória sem dificuldades para Aldo foi apresentada como uma batalha dura para o campeão.

Com um embate equilibrado no alto, Aldo e Zumbi trocavam socos e chutes, sendo os mais contundentes, no início da peleja, de Aldo. A partir do terceiro assalto as coisas começaram a mudar de figura. O, até então, superior Aldo passou a receber algumas combinações do Zumbi, que apanhava e volta cada vez mais raçudo para lutar. Em um certo instante, parecia até que Aldo havia sentido alguns dos golpes, mas nada que não estivesse no controle do campeão, que contou também com a sorte para vitória.

No quarto assalto, Jung soltou um direto que direita com tanta vontade que culminou numa lesão em seu ombro. Ao sentir a lesão do adversário, Aldo foi para cima, e com uma sequência de golpes por cima, obrigou o árbitro a interromper o embate, defendendo com sucesso a sua cinta do UFC. Após vencer, Aldo confirmou que os seguranças do Ultimate não seriam capazes de para-lo, pulando a grade do octagon e indo comemorar fora do cage com a galera.

Lyoto Machida x Phil Davis

Davis venceu Lyoto em decisão polêmica. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Outro embate muito aguardado pelos fãs, Lyoto e Davis protagonizaram um equilibrado coevento no UFC 163.

Com golpes precisos e calculados de Lyoto de um lado do cage, e quedas fortes e golpes duros de Phil do outro, os três rounds desse embate parelho levaram o resultado da luta para as mãos dos jurados presentes. Vitória unânime para Davis e um público enfurecido com o resultado.

Pode se dizer que foi a voz do fã falando alto, ou o direito dos presentes de contestarem a maneira que os jurados contabilizaram os pontos da luta. Discussões à parte, Lyoto, que era considerado o próximo a enfrentar Jon Jones pelo cinturão meio-pesado do UFC, voltou para o fim da fila. E Davis, por sua vez, passa a ver o caminho do cinturão com mais clareza.

Outros destaques da noite ficaram com a finalização de Serginho Moraes, com um triângulo ajeitado da montada e arrochado com uma passagem digna de um campeão mundial, sobre Neil Magny; a vitória arrasadora de Amanda Nunes, primeira brasileira a vencer no UFC e primeira a lutar em solo nacional, sobre Sheila Gaff, e a guilhotina relâmpago de Cezar Mutante sobre Thiago Marreta, apertada aos 47 segundos do primeiro assalto. Confira os resultados oficiais:

 

UFC 163 Rio
HSBC Arena, Barra, RJ
3 de agosto de 2013

José Aldo venceu Chan Sung Jung por nocaute técnico aos 2min do R4
Phil Davis venceu Lyoto Machida na decisão unânime dos jurados
Cezar Mutante finalizou Thiago Marreta na guilhotina aos 47s do R1
Thales Leites venceu Tom Watson na decisão unânime dos jurados
John Lineker venceu José Maria “Sem Chance” por nocaute técnico a 1min3s do R2

Card preliminar

Anthony Perosh nocauteou Vinny “Pezão” Magalhães aos 14s do R1 (Nocaute da noite)
Amanda Nunes nocauteou Sheila Gaff aos 2min8s do R1
Serginho Moraes finaliza Neil Magny no triângulo aos 3min30s do R1 (Finalização da noite)
Ian McCall venceu Iliarde Santos na decisão unânime dos jurados (Luta da noite)
Rani Yahya venceu Josh Clopton na decisão unânime dos jurados
Francimar Bodão venceu Ednaldo Lula na decisão unânime dos jurados
Viscardi Andrade venceu Bristol Marunde por nocaute técnico a 1min36s do R1

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. Pingback: José Aldo pula para fora do octagon e defende o cinturão no UFC 163 | SportSquare

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *