Rio Open de Jiu-Jitsu: a final dos pesados entre o campeão Léo Maciel e André Bastos

There are 8 comments for this article
  1. Daniel Dantas at 6:27 pm

    Gostei muito dessa luta, achei que teve bastante técnica! Tanto o de cima que estava vencendo e soube fazer passar o tempo, pensando o tempo todo, pesando bem o tempo todo e usando das regras pra vencer! Usar a mão de vaca em uma competição é uma das muitas armas que o jiu jitsu dispõe, ele estava sendo super técnico ao fazer isso, por que assim ele evita de tomar punição do juiz que vê que ele está fazendo algo! O André foi um guerreiro e aguentou bem o peso do Léo, aguentou as tentativas de mão-de-vaca e tentou ganhar esgrima, tentou lapela, tentou entrar em baixo, mas esse não era o dia dele, por que o Léo estava marcando todas as tentativas do André! Acredito eu, que todos os faixas pretas merecem respeito, por que eles não chegaram ali pagando, eles chegaram ali com no mínimo 12 anos treinando! Uns caras que pagam pra competir, não ganham dinheiro e lutam por amor! Tem família e podiam ficar dentro da academia passando posição para os seus alunos, sem se matar pra competir, sem arriscar machucar o pulso pra tomar uma mão de vaca! Ao invés de se esconderem em suas academias ou atrás dos seus alunos nos campeonatos, eles também tentam ganhar uma medalha pra honrar seus amigos! Não acho que o nível baixou, por que quem compete, somente quem compete sabe como é estar lá dentro, como é pesado um cara nos cem quilos ou como é a força do seu adversário que também quer muito vencer! Em uma competição a força também faz parte e se for pra falar mal de quem usa a força, por que não criticam o nosso grande competidor Rodolfo Vieira que usa muita força??? Parabéns aos competidores e professores! Sou faixa azul e qualquer um desses dois que estão aí, se fossem meus professores, eu estaria muito orgulhoso de vocês! oss

  2. Rodrigo Di Blazio at 3:19 pm

    Valeu, criticou? Blz… agora faz oq um verdadeiro atleta faria… bota o kimono, luta e tenta ter o mesmo destaque na revista eletrônica mais importante do BJJ atual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *