Após lesão, Pettis mira Ben Henderson; campeão diz “não se importar”

Share it

Após lesão, Anthony Pettis quer voltar aos leves e enfrentar Ben Henderson. Foto: Alexandre Loureiro/Inovafoto

Anthony Pettis decidiu baixar de peso para enfrentar José Aldo pelo título dos pesos-pena do UFC. O campeão aceitou o combate e estava tudo acertado para o dia 3 de agosto, no Rio de Janeiro. Uma lesão no joelho acabou tirando o americano da disputa, e ele foi substituído por Chan Sung Jung, o Zumbi Coreano.

Querendo a todo custo sua chance ao cinturão, Pettis mudou o foco e pediu ao Ultimate que o deixasse enfrentar Ben Henderson no lugar de TJ Grant, no UFC 164. Grant conquistou a posição de desafiante número um ao título dos leves ao vencer Gray Maynard em maio.

Os argumentos de Pettis para convencer a organização foram fortes. Ele já derrotou e tirou o cinturão de Bendo no extinto WEC em 2010, teria tempo de se recuperar para o combate, além do evento estar agendado para 31 de agosto em Milwaukee, terra natal de “Showtime”.

Em entrevista ao canal “Fuel TV”, o atleta fez o seu apelo:

“Posso estar 100% para enfrentar Ben Henderson em Milwaukee. Respeito TJ Grant, mas Milwaukee é minha cidade. Todos querem ver esta luta há anos”.

Entretanto, Dana White parece exigir a opinião de médicos, antes de tomar qualquer decisão. Ao site “MMA Fighting” o dirigente falou:

“O joelho dele não está tão mal, mas também não está bom. Ele não precisa de cirurgia, mas terá que passar por fisioterapia. Pettis passou por um médico, que afirmou que ele precisaria de seis semanas para se recuperar, além de um bom fisioterapeuta. Ele passou por um fisioterapeuta em Milwaukee, que lhe deu uma expectativa de três semanas para recuperação. Eu não ligo para o que o fisioterapeuta de Milwaukee disse. Estou ouvindo o que o médico falou. Vou levá-lo para Las Vegas para ser consultado pelo Dr. Steven Saunders e ter uma segunda opinião”.

Quem parece não se importar com esta movimentação é Ben Henderson, que mais uma vez garantiu não ligar para quem será o próximo adversário:

“É como eu sempre disse. Não me importo com quem ou quando vou lutar. Vou fazer o que sempre faço: continuar treinando para ser o melhor do mundo. Eu vou apenas lutar, e deixar que os outros se preocupem em fazer seus caminhos até mim através de palavras”.

UFC 164
BMO Harris Bradley Center, Milwaukee (EUA)
31 de agosto de 2013

Benson Henderson x TJ Grant
Frank Mir x Josh Barnett
Chad Mendes x Clay Guida
Erik Koch x Dustin Poirier
Ben Rothwell x Brandon Vera
Chico Camus x Kyung Ho Kang
Soa Palelei x Nikita Krylov
Louis Gaudinot x Tim Elliott

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *