Mundial 2013: a motivação de Romulo Barral no meio-pesado

Share it
Romulo Barral foi o campeao mundial meio pesado de 2013 Foto Ivan Trindade

Romulo Barral foi o campeao mundial meio pesado de 2013 Foto Ivan Trindade

O Mundial de Jiu-Jitsu 2013 fatalmente teria um novo tetracampeão mundial. Muitos analistas e torcedores pensavam que seria Rafael Mendes, ou o irmão Gui Mendes, mas poucos botariam dinheiro grosso que seria Romulo Barral ou Braulio Estima, os tricampeões mundiais da Gracie Barra.

Braulio era posto em dúvida por ele mesmo, após se mostrar fora de ritmo na Copa Pódio, e por chegar exausto da Inglaterra. A primeira ideia era usar o Mundial para treinar para a luta com Rodolfo Vieira, neste domingo em Los Angeles, pelo Metamoris. No fim das contas, a técnica do pernambucano se mostrou em dia, a ponto de Bráulio finalizar no braço o campeão brasileiro Rodrigo Pimpolho, parceiro de GB, e abrir 6 a 0 em André Galvão com uma raspagem e uma ida às costas, na semifinal que terminou 6 a 2.

No caso de Romulo Barral, a interrogação também era sua forma física, já que o mineiro tivera uma ruptura muscular no WPJJC de Abu Dhabi, durante a final com André Galvão. “Foi sinistro, minha perna ficou toda preta. Mas eu olhei o calendário e pus na cabeça: tenho um mês e meio para fazer fisioterapia, me recuperar e lutar o evento mais importante do ano”, recorda Rominho, que mal ligava para o fato de vir de derrota no Pan, quando perdeu para Guto Campos. “Eu perdi a pegada quando estávamos meio embolados e ele espertamente pulou e veio parar do meu lado, não foi aquela passada de guarda concreta que me faz duvidar do meu jogo”.

Ao chegar à Pirâmide de Long Beach para orientar os alunos, Barral encontrou-se com seu professor Vinicius Draculino. Deu-se o seguinte diálogo:

– Como está a perna? Você está 100%?, perguntou Dracu.

– Estou totalmente 100%! Eu sofri mas não ia deixar um músculo me parar no Mundial, não, sorriu o lutador.

– Se você está 100%, presta atenção numa coisa: ninguém vai segurar você este ano de jeito nenhum. Só me responde isto: você luta Jiu-Jitsu por quê?

– Ô sô, porque eu gosto demais, e além disso…

– Pode parar, era só isso que eu queria ouvir. Se você tem amor por isso, cai dentro lá no sábado e fuzila quem aparecer!

No fim, com oponentes como Guto Campos abatidos pelo caminho, vencido por 6 a 0 (duas passagens de guarda), Rominho fechou o peso com Braulio.  O mineiro ficou com o título e o tetra mundial, Braulio levou consigo a medalha de ouro.

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *