Mundial 2013: Buchecha vence Rodolfo por 9 a 0; Gabi reina no aberto

Share it

Marcus Buchecha nas costas de Rodolfo Vieira. Foto: GRACIEMAG

Marcus Buchecha e Rodolfo Vieira começaram o domingo em marcha relativamente lenta. Buchecha por exemplo não conseguiu pontuar em Alexander Trans, na semifinal do peso pesadíssimo. Rodolfo, por sua vez, venceu Yuri Simões por econômicos 8 a 0, para quem conhece seu instinto finalizador.

Na final do absoluto, a última do campeonato, os dois entraram no entanto em ponto de bala. E Buchecha mais ligado. Logo no segundo minuto, puxou para a guarda com sua característica explosiva, enlaçou a perna e fintou que ia para trás, mas girou e desequilibrou Rodolfo.

Atrás no placar e fazendo guarda, restou a Rodolfo conter o atual campeão absoluto, e ainda mais pesado que ele, com sua guarda. A fera da GFTeam improvisou uma interessante ida para as costas, mas Buchecha tratou de ir no joelho e evitou os pontos.

Por baixo, Buchecha explodiu de novo, e quase raspou, obtendo outra vantagem. Numa aula de Jiu-Jitsu, Buchecha tratou então de acabar com as chances de Rodolfo virar: numa manobra de craque, escorregou para as costas do bicampeão mundial dos pesados, abrindo 6 a 0.

“Essa ida para as costas o Leozinho me mostrou a coisa de um mês, é um berimbolo diferente. Dei no Evangelista e funcionou agora com o Rodolfo também”, diria depois o bicampeão mundial absoluto.

Mas Rodolfo defendeu com hombridade, ficando de pé – com 107kg nas costas. Buchecha escorregou e Rodolfo caiu por cima, botando a pressão final para tentar passar. O aluno de Cavaca sentiu e virou de quatro para não levar os pontos, e fez melhor – com uma cambalhota genial, ele caiu não apenas fazendo guarda, mas por cima da guarda de Rodolfo, a 8min de luta.

Com 1min30, Buchecha ainda passou a guarda, abriu 9 a 0 e tentou a finalização, no pescoço e depois no braço, mas o relógio soou. Ouro duplo para Buchecha.

Gabi Garcia. Foto:GRACIEMAG

Gabi derruba e passa guarda de Bia

No absoluto feminino, Gabi Garcia e Bia Mesquita chegaram mais uma vez. “Como sou guardeira, fica sempre aquele orgulho se ela não passa. Mas não vou ficar só pensando em não ter a guarda passada, quero vencer”, disse Bia antes.

Na hora da luta, 19h da Califórnia (23h no Brasil), Gabi partiu para cima e ganhou uma vantagem da queda. Depois, levou Bia para o chão com estrondo, 2 a 0. Bia evitou ter a guarda passada e virou de quatro, no que a estrela maior da Alliance faturou outra vantagem.

Bia levantou a galera ao repor a guarda fechada, aos 3min de luta, mas precisou virar de quatro novamente quando Gabi pôs toda sua pressão, no meio da luta. Gabi enfim passou a guarda, abriu 5 a 0 e no fim as duas guerreiras saíram aplaudidas por toda Pirâmide. Bia ainda saiu carregada, pois estirou a coxa esquerda ao tentar atacar.

Ler matéria completa Read more
There are 8 comments for this article
  1. Bandeira Sandro at 3:59 am

    mto legal mesmo duas casca grossa sinistras torci pela bia pois a conheco e trenava com ela quando eu morava em saquarema e sei bem o trao casca grossa ela e , mas parabens para gabi fizeram uma luta linda que deus as abencoeee grandementeeee !!!!!!!

  2. Marcus Vinícius at 5:33 am

    gabi garcia tem tudo para ser a maior lutadora de MMA da história!!!!!!! mulher NENHUMA desse mundo ganha dela!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *