João Gabriel nega favoritismo no peso: “Só vou enfrentar campeão mundial”

Share it
João Gabriel goleou Léo Nogueira e provou que já é uma realidade na elite do Jiu-Jitsu mundial. Foto: Rafael Carvalho

João Gabriel nas costas. Foto: Rafael Carvalho/ GRACIEMAG

Atual campeão mundial absoluto faixa-marrom, João Gabriel Rocha foi condecorado faixa-preta no início do ano, e já chegou fazendo barulho. No último Brasileiro de Jiu-Jitsu, o aluno de Leandro “Tatu” na Soul Fighters superou Léo Nogueira (Alliance) na final superpesado, e agora com a contusão de Nogueira terá pela frente outros monstros.

Pelas chaves divulgadas pela IBJJF ontem, João Gabriel está do lado dos Leonardos Henrique e Leite na chave. Se passar por ambos, nessa ordem, pode enfrentar na semifinal Rafael Lovato, Antonio Peinado ou Bruno Bastos. Na final, a expectativa é pela chegada de Bernardo Faria, João Assis, Luiz Panza ou ainda James Puopolo.

Se ele se sente pronto? Confira a seguir.

GRACIEMAG: Você chega diferente ao Mundial de Jiu-Jitsu, agora de faixa-preta? Qual é o sentimento?

JOÃO GABRIEL: Voltar ao palco do Mundial é sempre diferente pelo tamanho do evento. Cada ano que passa está maior e com mais atletas inscritos. A cada ano que passa o lutador fica mais experiente, mas as dificuldades aumentam. Eu hoje me vejo um atleta jovem, mas com muitos anos lutando Jiu-Jitsu. Mesmo com alguns bons resultados recentes, não me sinto favorito. Mas estou no bolo, se me deixarem chegar é outra coisa. Vou fazer luta por luta como se cada uma fosse a final. Sei que não terei vida fácil em nenhuma luta.

Como foram os treinos no camp do Caio Terra em San Jose?

Excelentes, além dos atletas da minha equipe, como Diogo Moreno, Rafael Formiga e Augusto Tanquinho, tivemos muitos treinos diferentes com a equipe do Caio. Treinei de tudo, não foquei nada em específico. Aonde cair estarei bem para fazer meu melhor jogo e ganhar minhas lutas.

O que achou da sua divisão?

Meus oponentes são mais experientes do que eu, e todos são campeões mundiais, por isso são os favoritos. Será meu primeiro Mundial entre eles e espero fazer meu melhor. Vou lutar o absoluto no sábado, até para baixar um pouco a adrenalina. Estou ansioso para competir entre os faixas-pretas no Mundial. É um sonho que estou para realizar.

Já se enxerga encarando os favoritos, como o atual campeão absoluto Marcus Buchecha?

Já me imaginei muitas vezes lutando com ele, mas ainda não sei se estou preparado ou não. É como disse, eu vou entrar para fazer o meu melhor, se vou ganhar ou não será consequência. Vou dar meu máximo em todas as lutas. É difícil apontar falhas do atual campeão peso e absoluto, todos tem suas estratégias para tentar vencê-lo. Eu também tenho a minha (risos).

Ler matéria completa Read more
There are 3 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *