Rony Jason sabe como derrotar adversário invicto no UFC: com o Jiu-Jitsu

Share it
Rony Jason quer o record de bônus do UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Rony Jason quer o record de bônus do UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Um dos vencedores da primeira edição do “TUF Brasil”, Rony Jason terá mais um desafio pela frente. Depois de vencer a categoria peso-pena do reality contra Godofredo Pepey e estrear como contratado do UFC atropelando Sam Sicilia, Jason agora enfrenta o invicto Mike Wilkinson na edição do Ultimate que fecha o “TUF Brasil 2”, a ser realizado no dia 8 de junho, em Fortaleza.

Rony Jason conversou com GRACIEMAG durante o Circuito Team Nogueira 3, realizado na última sexta-feira, e falou sobre sua luta, a preparação para o embate e sobre a responsabilidade de entrar no octagon como campeão do “TUF”, algo que ele classifica como ter um “cinturão invisível”.

Confira abaixo os melhores trechos do bate-papo do peso-pena Rony Jason com GRACIEMAG:

GRACIEMAG.com: O que você sabe do seu adversário, Mike Wilkinson, e como você analisa o jogo dele?

RONY JASON: Ele é um finalizador, gosta de lutar agarrado. Mas chão por chão eu confio muito no meu Jiu-Jitsu e, apesar de treinar bastante boxe, muay thai e wrestling aqui na Team Nogueira, eu quero entrar para finalizar essa luta e quero pegar o bônus de finalização da noite. Com humildade, eu quero finalizar. Assim, luta é luta. Eu posso querer finalizar e a luta ser toda em pé. Mas eu quero esse bônus, alias, meu objetivo é ser o maior recordista de bônus do UFC.

GRACIEMAG.com: O fato de ser vencedor do “TUF” traz uma responsabilidade maior na hora de lutar?

Vamos dizer que é um cinturão sem ter cinturão. É como se fosse um cinturão interino, vamos dizer. Não me comparando ao Aldo, ele é o campeão e merece muito o título, é um batalhador, mas eu tenho essa responsabilidade. Eu não entro só com a responsabilidade do Rony, mas de todos que se escreveram e participaram do “TUF”. Então, eu quero ser campeão por mim e por eles.

GRACIEMAG.com: E na busca por esse cinturão definitivo, onde fica o Rony Jason nessa divisão tão embolada?

Pois é, todo mundo descendo para os penas, não é? Eu acho que eu estou ali, na briga. Estou no meio termo e vou chegar lá.

 

TUF Brasil 2 Finale
Ginásio Paulo Sarasate, Fortaleza, Ceará
8 de junho de 2013

Rodrigo Minotauro vs Fabricio Werdum
Final do “The Ultimate Fighter Brasil 2″
Thiago Silva vs Rafael Feijão
Daniel Sarafian vs Eddie Mendez
Erick Silva vs Jason High
Rony Jason vs Mike Wilkinson

Card preliminar

Raphael Assunção vs Vaughan Lee
Ronny Markes vs Derek Brunson
Godofredo Pepey vs Felipe Arantes
Ildemar Marajó vs Leandro Buscapé
Rodrigo Damm vs Mizuto Hirota
Caio Magalhães vs Karlos Vemola
Antônio Braga Neto vs Anthony Smith

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article
  1. Gil E Talita at 12:15 am

    Tamo junto, Quixadá em peso, saiba que quando vc entrar no octógono terá 185 mil quixadaeses entrando com vc Rony Jason. Rony Mariano, forte abraço de seu amigo e fã numero 1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *