Braga Neto confia no Jiu-Jitsu, mas não quer comparações com outros astros

Share it


De campeão de Jiu-Jitsu a atleta do UFC. Esse caminho, traçado pelos feras da arte suave até a organização maior do MMA mundial vem se tornando uma constante. Mas, fugindo dos rótulos, Antônio Braga Neto não deixou sua faixa-preta de lado ao ingressar no Ultimate, porém prefere despistar sua imagem do grupo de campeões do Jiu-Jitsu no UFC.
Em conversa com GRACIEMAG, no intervalo do Circuito Team Nogueira 3, na última sexta-feira, dia 24 de maio, Braga Neto falou de suas expectativas no octógono mais famoso do mundo, comentou sobre a estréia contra Anthony Smith e disse que não gosta de ser comparado com Demian, Roger e Jacaré, astros do MMA que vieram do Jiu-Jitsu:

“As pessoas me comparam a eles. Mas eu não gosto. Eles estão em outro nível, e eu ainda vou chegar lá.. Quero buscar o meu espaço e, assim, poder me colocar ao lado deles”, disse o humilde Braga.

Confira os melhores trechos da conversa de Antônio Braga Neto com GRACIEMAG:

GRACIEMAG.com: Bicampeão mundial de Jiu-Jitsu e agora de contrato assinado com o UFC. Como é fazer parte desse grupo de grandes do Jiu-Jitsu no MMA?

Fico muito feliz de ter assinado com o UFC e poder mostrar o meu trabalho no MMA, mas não gosto dessa comparação que fazem de mim com o Demian Maia, Roger Gracie e Ronaldo Jacaré. Eles são muito bons, e eu espero um dia chegar no patamar que eles estão. Eu estou chegando agora, quero trabalhar muito, dar o meu melhor e chegar lá.

E a sua estreia no UFC? Como está a parte mental?

Eu estou ansioso e feliz. Tive um pouco de receio quanto ao adversário, quando você assina com o UFC não tem como saber quem você vai enfrentar. Já tivemos estreantes lutando contra caras experientes na organização. O fato de lutar contra outro estreante no UFC tira um pouco disso, mas sem deixar de reconhecer o perigo do meu adversário.

Falando de adversário, o que você já sabe sobre o Anthony Smith? Já deu para analisar e traçar uma estratégia?

O Anthony Smith é um wrestler, que apesar de estar estreando no UFC é bastante experiente e vem do Strikeforce. Ele não deixou nenhuma das lutas dele irem para as mãos dos jurados, e eu acho isso bom. Imagino que o ritmo da luta vai ser legal para fazer um bom trabalho e sair com a vitória.

E os treinamentos, caprichando na parte em pé ou afiando o Jiu-Jitsu para finalizar?

Eu estou treinando de tudo. Treinei muito boxe, e também trabalhei o muay thai. Também tenho treinado bastante o Jiu-JItsu. Estou dando atenção a todas as partes do jogo, não tem como saber para onde a luta vai. Estou preparado para o que vier.

 

TUF Brasil 2 Finale
Ginásio Paulo Sarasate, Fortaleza, Ceará
8 de junho de 2013

Rodrigo Minotauro vs Fabricio Werdum
Final do “The Ultimate Fighter Brasil 2″
Thiago Silva vs Rafael Feijão
Daniel Sarafian vs Eddie Mendez
Erick Silva vs Jason High
Rony Jason vs Mike Wilkinson

Card preliminar

Raphael Assunção vs Vaughan Lee
Ronny Markes vs Derek Brunson
Godofredo Pepey vs Felipe Arantes
Ildemar Marajó vs Leandro Buscapé
Rodrigo Damm vs Mizuto Hirota
Caio Magalhães vs Karlos Vemola
Antônio Braga Neto vs Anthony Smith

Ler matéria completa Read more
There are 3 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *