Alliance e GB tentam 8º caneco e Gurgel comenta: “Será o Mundial mais acirrado”

Share it
Gigi Paiva Romero Jacare e Fabio Gurgel foto GRACIEMAG

Gigi Paiva, Romero Jacaré e Fabio Gurgel, líderes da Alliance. Foto: Divulgação/GRACIEMAG

Começa nesta quinta-feira o Mundial de Jiu-Jitsu 2013, e enquanto os atletas vivem a expectativa pela divulgação das chaves pelo site da IBJJF, os fãs do esporte começam a sentir a adrenalina quase transbordar.

Afinal, o evento deste ano promete ser memorável, com marcas batidas e perguntas enfim respondidas nos próximos dias.

Quem será o grande campeão absoluto? Buchecha, Rodolfo, Bê Faria, Xande, André Galvão, Léo Nogueira? Ou outro craque vai superar esse pelotão de elite?

Será Bruno Malfacine capaz de conquistar o hexa mundial ou o arquirrival Caio Terra vai pará-lo desta vez, no peso-galo?

Outra dúvida palpitante para os fãs passa pelo troféu de equipes. Em 2013, pode ser o ano de desempate entre Gracie Barra (sete títulos, desde o 1º Mundial, em 1996) e Alliance (também com sete canecos). Nova União tem dois títulos, e a Brasa, um.

A disputa, claro, não é apenas entre as duas líderes, já que a Atos e a CheckMat prometem brigar pelo topo este ano.

Ciente dos números, o general da Alliance Fabio Gurgel chegou a Los Angeles ontem, e falou a GRACIEMAG como vê essa disputa charmosa entre as grandes escolas.

“Vamos com tudo tentar o oitavo título, temos certeza que a disputa será a mais dura e acirrada dos últimos anos. E isso é motivante, a Alliance vai chegar como sempre – com muito respeito a todos mas com a faca no dente como nunca”, disparou o professor radicado em São Paulo.

GRACIEMAG_Keiko_Worlds2013“Está cada vez mais difícil mas vamos que vamos, os treinos estão fervendo aqui na academia do Cobrinha em LA, e a equipe está pronta. Todos estão motivados para vencer individualmente e ajudar. Mas os atletas precisam ganhar por eles, não podem pensar muito na disputa de times. Cada categoria é um campeonato individual e diferente, e só venceremos a guerra se eles vencerem suas batalhas. A energia da família toda junta é indescritível, sinto nosso time muito forte e unido para a batalha, temos um grupo de atletas incrível este ano e vários coaches apenas para dar suporte a eles durante os quatro dias de competição”, analisa Gurgel.

Para chegar ao título mundial por equipes, cada academia contabiliza os pontos dos campeões (9 pontos), vice (3 pontos) e terceiros lugares (1 ponto), da faixa-azul à preta masculino. Em um cálculo aproximado, a escola que fizer nove campeões dificilmente perde o caneco. O feminino e a faixa-branca disputam separadamente.

E para você, quem belisca o título do Mundial 2013, amigo leitor?

Ler matéria completa Read more
There are 6 comments for this article
  1. Siddharta Junior at 2:02 am

    Disputa acirrada, entre Alliance e Atos eu acho…, pelas Atos ja de cara nas categorias cima listo como campeoes os mendes, calazans , andre galvao e o keenan na marrom. So ai ja sao 5 campeoes..a diferença eh q a Alliance tem mta gente…aguardar pra ver..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *