Mundial na História: 2001, o ano de Fernando Margarida

Share it

Fernando Margarida vs Rodrigo Comprido

Eles lutaram duas vezes naquele Mundial de Jiu-Jitsu. Saulo Ribeiro e Fernando “Margarida” Pontes eram os dois melhores competidores em 2001. Não à toa, fizeram duas finais no Tijuca, a do meio-pesado e a do absoluto.
Infelizmente para Saulo, Margarida estava em um dia especial naquele 29 de julho.

Para chegar à final do aberto, Marga finalizou Paulo Streckert no estrangulamento, Adriano Maciel no armlock e Léo Dalla também no braço.

A semifinal foi contra o último campeão mundial absoluto, Rodrigo Comprido, que o havia vencido ano passado em um campeonato impecável.

“Até agora eu só tinha perdido para o Comprido. Ele já ganhou o Mundial absoluto duas vezes e finalmente consegui uma vitória sobre ele, em luta dura”, disse Margarida após vencer Comprido nos pontos, se credenciando para a final contra Saulo.

GRACIEMAG #55 trouxe a cobertura completa das duas lutas entre Saulo e Margarida. A primeira foi a final do peso:

Mais agressivo, Saulo fez boas pegadas e trabalhou na queda, conseguindo ficar na frente no placar. No chão, usou a mesma passagem que foi eficaz contra outros oponentes. Margarida reagiu enquanto Saulo tentava agarrar sua cabeça, e conseguiu repor a guarda. Saulo tentou de novo, e de novo, sem sucesso, até que a luta voltou em pé.

Frente a frente, eles trocaram pegadas, tendo Margarida conseguido explodir a pegada de Saulo duas vezes. Naquele ponto, alguém da plateia gritou algo que soou como presságio: “Saulo cansou”. Margarida não ouviu por certo, mas sentiu: na mesma hora, conseguiu aplicar uma queda que Saulo foi incapaz de defender. No chão, Margarida insistiu na passagem, passou, colocou o joelho na barriga e foi para o estrangulamento do lado. Saulo mal conseguiu reagir ao ataque de Margarida, e os três tapinhas vieram rápido. Marga celebrou e quando o árbitro levantou sua mão, Saulo disse: “Ainda tem mais uma”.

Saulo se referia ao absoluto, título que ele queria mais do que qualquer coisa. Assim como haviam feito duas horas antes, Saulo e Margarida se encararam de forma firme antes de o árbitro dar inicio ao combate. Desta vez, Saulo parecia mais cansado no olhar, enquanto Margarida exibia ansiedade pelo embate.

Marga começou forte e abriu o placar rapidamente com uma queda, 2 a 0. Saulo conseguiu se levantar, mas Margarida manteve a pressão até o fim da luta. Quando o árbitro sinalizou o fim do embate, Margarida ainda reclamou: “O quê? Não!”, gritou, sem perceber que era o vencedor do absoluto faixa-preta de 2001. Depois, o campeão comentaria: “Estou tão feliz que estou sem palavras! Ganhei o campeonato mundial e derrotei um dos melhores competidores que existe. Eu me preparei para vencer nas duas divisões e venci”.

Após o ato final daquele ano, Margarida ainda tirou onda: andou de moto por cima dos tatames do Mundial de Jiu-JItsu, após receber uma 0km como prêmio de um dos patrocinadores do evento.

Ler matéria completa Read more
There are 6 comments for this article

Deixe uma resposta para Carlos Andre Cancel comment reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *