O que motiva um estreante a se inscrever no Mundial de Jiu-Jitsu?

Share it

Nathan Basseto, estreante em Mundiais de Jiu Jitsu. Foto: Divulgação

O Mundial de Jiu-Jitsu 2013 promete quebrar todos os recordes de número de atletas, com atletas de todas as idades, faixas e nações, veteranos e estreantes

Além dos jovens talentos, faixas-azuis ou brancas, há também professores experientes prontos a se testar pela primeira vez.

GRACIEMAG, por exemplo, localizou um faixa-preta que vai fazer sua estreia em Mundiais. E logo na divisão até 94,3kg, infestada de craques como Xande Ribeiro e Rodolfo Vieira.

Trata-se do professor Nathan Basseto, 30 anos, que mora em Ribeirão Preto, São Paulo. Ele explicou suas motivações:

“É o campeonato mais importante do Jiu-Jitsu competitivo no planeta. Será uma honra representar Ribeirão Preto e meus patrocinadores. Vou fazer meu máximo para trazer orgulho a todos. Não estou entrando para participar e não estou a passeio. Vou em busca da medalha”, diz Nathan, 16 anos de Jiu-Jitsu, que conseguiu até mesmo o apoio do time de futebol local Botafogo FC, que terá o escudo estampado no quimono.

“Fiquei um grande tempo me dedicando a formação de atletas e projetos sociais aqui em São Paulo. Agora senti a necessidade de competir mais. Sentia um vazio e o preenchimento é a competição. Estou em busca disso. Quero motivar ainda mais meus alunos a seguir os mesmos caminhos. O nível da competição é alto, mas vou fazer o possível para lutar de igual para igual contra todos”, explicou o experiente estreante, que viaja nesta quarta-feira em companhia do faixa-marrom Evandro Nunes, o Pezão, que luta no superpesado.

Nathan Basseto tornou-se faixa preta da modalidade em abril de 2009.

E você, qual é sua motivação para se inscrever no Mundial?

Comente com a gente, e se ainda não está dentro, cadastre-se aqui, somente até hoje.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *