Após incidente, Alan Nuguette leva cinturão do Bitetti Combat 15 na decisão

Share it
Nuguette recebe o cinturão das mãos de Amaury Bitetti. Foto: Carol Correia

Nuguette recebe o cinturão das mãos de Amaury Bitetti. Foto: Carol Correia

Em uma noite de lutas muito parelhas, o Bitetti Combat apresentou grandes lutas de MMA para o massivo público presente no ginásio do clube Hebraica, em Laranjeiras, Rio de Janeiro. Na luta principal, Alan Nuguette venceu Claudiere Freitas na decisão dividida, após superar uma punição no fim do primeiro round.

Ainda na noite, os destaques ficaram para a kimura de André Minhoca sobre João Ferreira, a americana de Tiago Mônaco no braço de Alex Marmaduke, e do mata-leão de Cristiano Ferrugem em Paulo Aquiles. Único a nocautear na noite, Alex Cowboy acertou forte seu oponente Jone Garcia para vencer a 11° de 13 lutas realizadas nesse sábado, dia 11 de maio.

Polêmica, punição e vitória para Nuguette na decisão

Com mais da metade das lutas chegando ao fim de três assaltos de cinco minutos,  era a hora do evento principal da noite. Alan Nuguette entrava no cage contra Claudiere Freitas. A luta começou com estudo, mas logo no inicio do embate, Alan aplicou boa queda em Freitas e trabalhou tentando uma posição mais favorável no solo.

Claudiere defendeu bem as investidas de Alan no jogo de chão, até receber do córner a informação que faltava menos de um minuto para o fim do combate.  Nesse momento, Claudiere atacou a perna de Nuguette, e Alan também foi para a perna de Claudiere.

No duelo de quem finalizaria ali, terminou o assalto. Claudiere interrompeu o arrocho do golpe, e Nuguette seguiu na chave. Claudiere bateu, mesmo depois de encerrado o round, para que seu adversário interrompesse o golpe. Seus treinadores reclamaram muito, e Claudiere ficou alguns minutos tentando se recuperar.

Claudiere Freitas recebeu o incentivo de seu córner e da torcida para seguir no embate. Alan Nuguette foi punido pelo árbitro central e a luta seguiu. Mesmo com a punição e com uma tentativa de reação de Claudiere na terceira etapa, Alan Nuguette foi superior ao oponente e venceu o embate na decisão dividida, levando para casa o cinturão, que é o 16° conquistado por Josuel Distak, treinador da equipe Xgym.

Após o embate, o organizador do evento, Amaury Bitetti, falou a GRACIEMAG sobre o incidente na luta principal:

“O árbitro agiu certo, puniu com o cartão. O Claudiere se sentiu bem para voltar e voltou. Foi guerreiro, lutou até o fim e terá outra oportunidade no Bitetti Combat”, disse o faixa-preta Amaury.

Confira abaixo os resultados do Bitetti Combat 15.

Bitetti Combat 15
Clube Hebraica, Laranjeiras, RJ
11 de maio de 2013

Alan Nuguette venceu Claudiere Freitas na decisão dividida dos jurados

Rivaldo Junior venceu Cylderlan Porco Loco na decisão dividida dos jurados

Alex Cowboy nocauteou Jone Garcia aos 2min3s do R2

André Minhoca finalizou João Ferreira na kimura a 1min40s do R2

Fernando Santos venceu Kell Fúria na decisão unânime dos jurados

Carlton Harris venceu Cleiton Prisco na decisão unânime dos jurados

Tiago Mônaco finalizou Alex Marmaduke na americana no braço aos 2min50s do R1

Daniel Hortegas venceu Thiago Ximaru na decisão unânime dos jurados

Luis Mikimba venceu Denison Silva na decisão unânime dos jurados

Cristiano Ferrugem finalizou Paulo Aquiles na mata-leão aos 3min do R1

Thiago Grilo venceu Isaac Pimentel por finalização

Ricardo Cadinho venceu Reinando Tavares na decisão unânime dos jurados

Kenedy Gualande venceu Bruno Higashi por finalização

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *