Distak comenta mudança de adversários e estratégias dos atletas da XGym

Share it

Treinador de MMA da XGym comenta sobre as mudanças de adversários dos lutadores de sua equipe e torce para que bruxa não assombre também a luta de Rafael Feijão. Foto: Reprodução/Facebook

Paulo Thiago, Erick Silva, Ronaldo Jacaré e Rafael Feijão. O que eles tem em comum? Todos são lutadores da equipe XGym e estão com combates marcados ou para o UFC no Combate 2, ou para o TUF Brasil 2 Finale.

O treinador de MMA Josuel Distak não tem folga. Com todos estes atletas em pleno camp, o profissional afirma não ter dia e hora, e que o objetivo é deixar os lutadores prontos para qualquer combate:

“Nosso lema é: se você bater na porta de um XGym à meia noite, ele tem que estar pronto para lutar”.

Para ele, o bom trabalho feito dentro da academia é essencial quando acontece a mudança de adversário e de estratégia para uma luta:

“Mudam os adversários, mas o treinos tem que continuar. Nós precisamos lutar. É a gente quem dita as regras da luta, não os oponentes. No caso do Jacaré, por exemplo, eu fiquei triste com a saída do Costa Philippou do card, porque ele seria um divisor de águas na carreira do nosso atleta. Eu fiquei com medo da luta cair, da estreia não acontecer aqui no Brasil como nós queríamos. Mas tudo bem, teremos tempo para mostrar serviço. Nosso objetivo no Ultimate é fazer história. Nós fazemos história em cima de grandes lutas. Jacaré e Philippou fariam um grande duelo, mas se o Camozzi está na organização é porque está preparado”.

Sobre o ritmo intenso de treinos nesta reta final, Distak afirmou:

“Aqui é trabalho, trabalho e trabalho. A gente faz isso em busca do sucesso.  Aqui só entram os guerreiros. Atleta XGym não tem pressão, nós é que fazemos a pressão”.

Mas quando o assunto é a bruxa das lesões que assombrou os cards no Brasil, o treinador se mostra mais preocupado:

“Nós tivemos três quebras de estratégias aqui na XGym. Primeiro mudou o adversário do Paulo Thiago, depois do Erick Silva e agora do Jacaré. Eu espero que não mude o do Rafael Feijão porque nós estamos com um plano de ação muito bem estabelecido e ficar mudando de oponente em cima da hora é complicado, afinal até aqui todos os treinos são baseados na vitória dos nossos lutadores. Nós não queremos correr contra o tempo, queremos seguir a estratégia traçada. Nós estamos com muita responsabilidade: a estreia do Jacaré e do Feijão, a volta do Erick e o recomeço do Paulo Thiago” finalizou o profissional de MMA.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *