Elias Silvério supera Orgulho e leva o cinturão do Jungle Fight 52

Share it
Silvério vence Orgulho na decisão unânime e é o novo campeão 77kg do Jungle. Foto: Alexandre Modesto

Silvério vence Orgulho na decisão unânime e é o novo campeão 77kg do Jungle. Foto: Alexandre Modesto

O Jungle Fight conheceu, na noite deste sábado, dia 4 de maio, na sua 52ª edição, seu novo campeão meio-médio. Elias Silvério suou, mas fez valer a maior experiência e venceu, na decisão unânime dos jurados, o baiano Junior Orgulho, diante de um lotado ginásio da Uepa (Universidade Estadual do Pará). Natural de Pirapora do Bom Jesus, São Paulo, Silvério segue invicto em nove lutas, sendo quatro no Jungle, e sucede Erick Silva no posto de detentor do Jungle Belt da categoria.

Apesar de ter aceitado a luta com menos de dez dias de antecedência para substituir Michel Trator, contratado pelo UFC, Junior Orgulho, de 23 anos, deu bastante trabalho e mostrou resistência de guerreiro. Junior usou o conhecido boxe da academia Champion para equilibrar quase sempre as ações contra o quatro anos mais velho Elias. Silvério encontrou nas defesas de chute o ponto fraco de seu adversário e abusou do muay thai de Álvaro de Aguiar para, gradativamente, crescer no combate, pontuar e se tornar o novo campeão até 77kg do evento.

D’Silva tem estreia espetacular no Jungle Fight

Na coevento principal da noite, um verdadeiro espetáculo protagonizado por Douglas D’Silva e Toninho Marajó. Os paraenses mostraram por que o estado é berço de alguns dos maiores nomes do MMA mundial, protagonizando, desde o primeiro minuto, um show de trocação e golpes plásticos, com oportunidades de nocaute para os dois lados. Até que aos 2min17seg do segundo round, Douglas, que estreava no Jungle Fight, acertou um cruzado de esquerda no queixo de Toninho, que caiu quase nocauteado. No chão, ele apenas completou o serviço com uma nova sequência de socos e cravou sua 19ª vitória, ainda invicto na carreira.

GP de Pesados tem mais um classificado

A única luta de pesos pesados do Jungle Fight 52 foi um clássico entre duas das principais academias de MMA do Brasil. Representante da Kimura Nova União, Caio Alencar usou o Jiu-Jitsu de campeão do Abu Dhabi Pro para derrubar Bira Lima, da X-Gym, encaixar um triângulo nas costas e finalizar com um mata-leão em apenas 53 segundos do primeiro round. Ele é o segundo classificado para as semifinais do GP. William “Gigante” garantiu sua vaga no JF 51.

Nas demais lutas, destaque para Guilherme “Kioto”, que nocauteou Reginaldo “Fibrado” com um gancho de encontro no queixo, no primeiro round, Michel “Psicopata” finalizou Rômulo “Amoroso” com um mata-leão no terceiro assalto, enquanto Junior “Suicida” e Francisco “Mingau” derrotaram Gabriel Siqueira e Francisco “Bill”, respectivamente, na decisão unânime.

Confira os resultados oficiais do evento:

Jungle Fight 52

Ginásio da UEPA, Belém, Pará

4 de maio de 2013

Elias Silvério (Álvaro de Aguiar/Barbosinha Team) venceu Junior Orgulho (Champion Team/Nordeste Jiu-Jitsu) na decisão unânime dos jurados

Douglas D’Silva (NFT Castanhal) venceu Toninho Marajó (Marajó Brothers)  por nocaute técnico aos 2min17seg do R2

Guilherme Kioto (Pitbull Brothers) nocauteou Reginaldo Fibrado (Bulldog Team) a 1min12seg do R1

GP Peso-Pesado: Caio Alencar (Kimura Nova União) finalizou Bira Lima (X-GYM) com um mata-leão aos 53 segundos do R1

Junior Suicida (Formiga MMA) venceu Gabriel Siqueira (Villa Fight/Ascension MMA) na decisão unânime dos jurados

Fabrício Bill (Bulldog Naldao Team) venceu Francisco “Mingau” Nazareno (Marajó Brothers) na decisão unânime dos jurados

Michel Psicopata (Carmen Casca-Grossa Team) finalizou Rômulo Medeiros (Bakett Team) no mata-leão a 1min31seg do R3

(Fonte: Assessoria de Imprensa)

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *