Estrangulamentos marcam 38° edição do Shooto e USC 2, no Rio

Share it
John Macapá vence no Shooto 38. Foto: Carlos Arthur Jr./GracieMag

John Macapá vence no Shooto 38. Foto: Carlos Arthur Jr./GracieMag

Cabeças rolaram na noite dessa sexta-feira, dia 20 de abril. Os eventos Shooto 38 e Upper Sport Combat 2 levantaram o público que prestigiou o evento realizado na quadra da escola de samba Unidos de Vila Isabel, no Rio de Janeiro. Os jurados de canto trabalharam apenas uma vez na noite, e as finalizações foram o carro chefe do evento, sendo que todas as batucadas da noite foram no pescoço.

Na luta principal do Shooto, John Macapá, participante da primeira edição do “TUF Brasil” enfrentou Lucas Caio pela categoria peso-pena do evento. A luta teve superioridade do amapaense, que controlava os golpes em pé e trabalhou bem por cima, na guarda de Lucas. Após pontuar sobre o adversário, Lucas tentou se levantar mas foi recebido com uma joelhada de Macapá. O árbitro da luta deu cartão amarelo para John, simbolizando a supressão de pontos na contagem final, mas Lucas sangrou muito pelo nariz após o golpe a luta foi encerrada pelos médicos. Vitória de John Macapá.

O atleta falou com GRACIEMAG.com após a luta, e comentou sobre sua trajetória, dizendo que só vai parar quando voltar ao Ultimate.

“Estou com três vitórias consecutivas, todas no primeiro assalto, e por nocaute. Vou continuar nesse ritmo até voltar ao UFC< que é meu objetivo”, disse o feroz.

Ainda na noite, fechando o card do USC 2, Felipe Olivieri fez uma rápida e devastadora luta contra Paulo Silva. Apenas 39 segundos foram suficientes para dar cabo do embate, que teve um bom trabalho de trocação em pé dos atletas, até ser encerrado por Oliviere num golpe que desmontou Paulo. Felipe, que passou pela seletiva do” TUF Brasil 2″ e ficou a uma vitória de adentrar a casa do reality (quando perdeu para Neilson Gomes) falou com GRACIEMAG.com sobre a vontade de voltar a figurar no UFC, mas sem ter o mundo aos seus ombros:

“Estou muito feliz com essa vitória. Eu quero retornar ao UFC, mas tem que ser gradativo. Vou seguir vencendo, melhorando meu desempenho mas sem pressão, vivendo um dia de cada vez”, disse o meio-médio.

Com o final do evento, Dedé Pederneiras, líder da Nova União e organizador do Shooto e do USC, comentou as lutas e deixou um recado:

“As lutas foram ótimas, rápidas e o público gostou. E, para aqueles que falam que eu caso lutas que favorecem meus atletas, cinco deles perderam hoje, o que mostra a seriedade dos nossos eventos”, disse o treinador de José Aldo e Renan Barão, que estavam presentes no evento.

Confira os resultados das edições do Shooto e Upper Sport Combat.

Shooto 38
Quadra da Unidos de Vila Isabel, Rio de Janeiro
19 de abril de 2013

John Macapá venceu Lucas Caio por nocaute técnico (interrupção médica) aos 2min58s do R1

Fernando Bruno finalizou Átila Lourenço no triângulo de mão aos 48s do R2

Márcio Gracinha  venceu Itamar Frotagi por nocaute técnico (interrupção médica) aos 3min16s do R3

Marcos Escobar finalizou Hélio Vieira no mata-leão aos 59s do R1

Claudio Marcelino finalizou Nicholas Motta na guilhotina aos 1min53s do R2

Hemerson Tigrinho venceu João Vitor na decisão unânime dos jurados

Melquezedec nocauteou Murilo Marques aos 40s do R1

USC 2
Felipe Oliveri nocauteou Paulo Silva aos 39s do R1.

Alexandre Pescoço finalizou Richard Santos no triângulo de mão aos 3min4s do

Cadena finalizou Rafael Palhares na guilhotina aos 49s do R1

Marcone finalizou Matheus Nacache no mata-leão aos 2min14 do R2

Benny Black finalizou Emerson Falcão no mata-leão aos 3min34s do R1

Ler matéria completa Read more
There are 6 comments for this article
  1. Késia Melchior at 3:43 am

    Pois é… vamos corrigir o resultado da luta do marconi e Matheus Nacache, pois quem ganhou foi MARCONI e não Matheus Nacache… Será que teremos alguma posição quanto a alteração???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *