Confira os campeões da seletiva do ADCC 2013, no Rio

Share it
image

A mesa recheada de medalhas na seletiva do ADCC 2013. Foto: Carlos Arthur Jr / GRACIEMAG

Alterando a rotina do ginásio, o Maracanãzinho foi o palco para alguns dos melhores competidores da atualidade carimbarem seus passaportes para Pequim, cidade sede da décima edição do torneio internacional do ADCC 2013, em outubro.

A seletiva brasileira durou o sábado inteiro, de 10h30 às 18h30 do dia 20 de abril, e coroou jovens estrelas e algumas zebras. O ponto em comum dos campeões, no entanto, foi o altíssimo nível técnico e o bom preparo.

Depois de uma tarde de lutas eliminatórias, os vencedores ganharam a viagem com tudo pago para o campeonato na China. Confira tudo que os olhos de GRACIEMAG.com viram nas finais do evento:

Até 66kg: João Miyao venceu Marcio André na decisão da mesa

Após uma campanha de gente grande, o faixa-roxa Marcio André (Nova União) e o marrom João Miyao (Cícero Costha) fizeram uma final altamente técnica e estratégica. Após uns bons segundos de tentativas de queda de parte a parte, Marcio foi o primeiro a puxar para a guarda, e logo João sentou para trabalhar seu berimbolo. Marcio defendeu com estilo todas as tentativas de finalizações no pé e joelho. A luta ficou boa parte do tempo com ambos os atletas de bunda no chão tentando raspagens e ataques de finalização no tornozelo e joelho. A luta terminou 0 a 0 e foi para prorrogação, mais quatro minutos. Os atletas chegaram a rolar para fora do tapete com os pés retorcidos, mas o placar permaneceu zerado. Após rápida conferência entre o árbitro e a mesa, a vitória ficou com João Miyao.

Até 77kg: Leozada Nogueira venceu Victor Silvério na guilhotina

A categoria estava forte, com nomes como Murilo Santana, Edson Diniz e Carlo Prater, mas após uma série de boas lutas, os finalistas, com méritos, foram Victor Silvério (GFTeam) e Leonardo “Leozada” Nogueira (Pequeno). Irmão da fera do Shooto e WEC Alexandre Pequeno, Leonardo foi um dos mais técnicos do campeonato, com uma explosiva defesa das costas e a guilhotina em modo automático. Na final, o faixa-marrom Victor começou a mil por hora, colocou para baixo e pegou as costas. Porém, não conseguiu segurar Nogueira ali, ou definir o combate. Leonardo então acordou na luta, escorregou para a guarda e, aproveitando uma entrada de Silvério, usou a guilhotina para finalizar no pescoço e levar a passagem. Alexandre Pequeno, que não competiu pois estava no México dando seminários, deve ter ficado amarradão.

Até 88kg: Claudio Calasans venceu Paulo Baraúna por 3 a 0 (costas)

Após uma série de duras lutas, como a semifinal com Delson Pé de Chumbo vencida no leglock, Claudio Calasans (Atos) encarou a fera do MMA Paulo Baraúna (Alliance) na final. A luta foi o tempo todo em pé. Calasans começou fintando uma pegada no pescoço e varrendo o pé de Paulo para derrubar. Baraúna conseguiu levantar e manter a luta de pé novamente. Até que, num passe de mágica, o bom judoca Calasans mergulhou nas pernas, escorregou para as costas e virou mochila nas costas do lutador da Alliance. O mata-leão não veio, mas os pontos (3, conforme o ADCC pontua) sim. Calasans, que no último ADCC ficara em quarto, vai à China também.

Até 99kg: João Gabriel Rocha finalizou Cristiano Titi nas costas

Após uma série de oponentes finalizados pelo caminho, João Gabriel Rocha (Soul Fighters) e Cristiano Lazzarini (Gracie Barra) fizeram uma final de gigantes. João puxou logo o mineiro para a guarda, para tentar seu jogo de raspagem ou ida às costas. Titi se equilibrava bem e mirava a passagem, até que, a partir da contagem de pontos, João conseguiu escorregar para as costas e arrochou o mata-leão. “Pô, sou faixa-preta há quatro meses, estou feliz da vida”, comentou.

Acima de 99kg: Rodrigo Cavaca finalizou Kitner Mendonça com uma gogoplata

Guarda mais letal do torneio, Rodrigo Cavaca (CheckMat) foi para a final contra Kitner Mendonça (Ryan Gracie), disposto a aplicar mais um de seus triângulos ou chaves de joelho. Após o juiz iniciar o combate, Rodrigo automaticamente sentou para fazer guarda e Kitner foi para cima, tentando dar pressão para passar. Cavaca segurava o oponente com a mão empurrando os ombros e boas pegadas nos braços, que incomodavam. Até que veio a finalização espetacular. Quando Kitner jogava o peso para ganhar a passagem, Cavaca ergueu a canela, pressionou o pescoço com a mão e fechou a luta, e o evento, com uma linda gogoplata.

Já no feminino, as passagens para Pequim ficaram com Michele Tavares e Fernanda Mazzelli:

Até 60kg: Michele Tavares venceu Michelle Nicolini por 6 a 0

Ana Michele Tavares (Nova União) estava com tudo na seletiva, e precisou lutar com tudo o que tinha. Nas semifinais, superou a amiga Ana Maria Índia por pontos. Na final, salvou-se de raspagem certa de Michelle Nicolini (CheckMat), pegou as costas duas vezes e venceu por 6 a 0.

Acima de 60kg: Fernanda Mazzelli venceu Talita Treta por 2 a 0

Fernanda Mazzelli (Striker) e Talita Nogueira (Ryan Gracie) não tiveram tarefa fácil para chegarem à final, apesar da ausência de Luanna Alzuguir, que não apareceu no ginásio. Mas a categoria tinha Marina Ribeiro e outras feras, que foram eliminadas no caminho. Na final, Mazzelli e Treta trocaram em pé até começar a valer pontos. Fernanda rapidamente então caiu por cima de Talita e manteve o placar. Perguntada sobre como abriu o placar, ela disse emocionada: “Nem lembro!”

Seja como for, uma seletiva memorável no Rio de Janeiro.

Ler matéria completa Read more
There are 14 comments for this article
    • Edson Moreira at 12:10 am

      Tudo tem seu tempo e o seu vai chegar: dedicação, disciplina e principalmente ser humilde sempre. Quando se achar que é o bom, começou perda do foco e relaxamento. Tô com você e Deus tem abençoado.

  1. Ronnyeri Batista at 2:45 am

    Apesar de gostar dos irmãos Miyao, estava na torcida pelo Marcio André. O moleque joga pra frente, da gosto de ver. Acho que ganhou quem tem mais nome. De qualquer forma estaremos bem representados.

Deixe uma resposta para Ademilton Sousa Bjj Cancel comment reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *