Gabriel Napão analisa perigos de Travis Browne: “Ele precisa da vitória”

Share it
Gabriel Napão está pronto para mais uma vitória no UFC. Foto: Divulgação/UFC

Gabriel Napão está pronto para mais uma vitória no UFC. Foto: Divulgação/UFC

Há pouco mais de um ano, Gabriel “Napão” Gonzaga voltava ao UFC. E neste sábado, dia 13 de abril, em Las Vegas, o brasileiro poderá alcançar sua terceira vitória consecutiva na organização. Para cumprir o objetivo, o representante da Team Link vai ter que superar Travis Browne, no coevento pricipal do TUF 17 Finale, evento que sediará a final da 17ª temporada do reality show do Ultimate.

Treinado pelo também brasileiro Marco Alvan, Napão trabalhou duro para deixar o octógono com mais um resultado positivo, e ele espera colocar em prática tudo o que fez nas semanas que antecederam o duelo.

“O Browne é um excelente lutador, mas os meus treinos são feitos para que eu vença os melhores. Ele é alto, forte, precisa se reabilitar da derrota em sua última luta (quando foi nocauteado por Antônio Pezão), então acho que ele vai entrar com um jogo ofensivo. Trabalhei duro com Marco Alvan, Ibere Reis e Gustavo Kuhn para vencer em pé ou através do meu Jiu-Jitsu. Estou preparado em todas as áreas”, garante o carioca.

Atravessando ótimo momento na carreira, embalado por duas finalizações no UFC, Napão espera terminar o combate antes do fim dos três rounds para não deixar dúvidas quanto ao resultado.

“Vou para ganhar a luta por nocaute ou finalização. Não gosto de deixar nas mãos dos juízes. Entro sempre decidido a acabar com o duelo antes do tempo normal. Sempre fui assim, luto para frente. Quero muito a vitória para me colocar no Top 10 dos pesos-pesados”, planeja.

O sonho de faturar o cinturão da categoria segue vivo, no entanto, Napão prefere manter o foco no duelo deste sábado.

“Conquistar o título ainda faz parte dos meus planos. Todo lutador pensa em ser campeão do UFC, e comigo não é diferente. Mas dou um passo de cada vez e, por enquanto, prefiro focar na minha luta e subir degrau por degrau”, disse o faixa-preta.

Gabriel “Napão” Gonzaga finalizou Ednaldo Lula, com um mata-leão, e Ben Rothwell, com uma guilhotina, em suas duas últimas lutas, a primeira realizada no UFC Rio 2, já a segunda na edição do evento em São Paulo.

(Fonte: Assessoria de Imprensa)

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *