Treinador aposta na experiência de Chris Camozzi contra Cezar Mutante no UFC

Share it
Chris Camozzi ao lado de Diego Moraes. Foto: Arquivo Pessoal

Chris Camozzi ao lado de Diego Moraes. Foto: Arquivo Pessoal

Para dar inveja em muito lutador brasileiro, o americano Chris Camozzi embarca mês que vem para fazer sua segunda luta em solo tupiniquim, quando enfrenta Cezar Mutante no UFC no Combate 2, dia 18 de maio, em Jaraguá do Sul, no estado de Santa Catarina

Pego de surpresa, o substituto do lesionado CB Dollaway tem no embate com Mutante a chance de subir um degrau na categoria dos médios e, quem sabe, chegar ao almejado ranking dos dez mais da divisão.

Por conta disto, GracieMag entrou em contato com o treinador de Jiu-Jitsu da fera, o já sócio Diego Moraes. Ele, que traça a estratégia no solo de outros craques do UFC como Anthony Pettis, Scott Jorgensen e Alan Belcher,  falou com Camozzi no mesmo dia em que o atleta foi escalado para substituir Dollaway, e passou algumas dicas valiosas sobre Mutante.

“Ele me ligou perguntando quem era Cezar Ferreira. Quando descobri que era o Mutante, eu disse que ele era ganhador do TUF, e treinava com o Belfort e outros caras duros. Disse que era uma ótima luta, mas o Mutante não é tão experiente quanto ele. O Cezar tem só uma luta no UFC, o Chris vem de quatro vitórias seguidas”, analisou Diego.

Sobre ter seu pupilo escalado de última hora para o combate, Diego falou que não houve problema algum, e que esta luta pode levar Camozzi ao um nível bom na sua divisão.

“Quando o UFC chama não tem muito o que pensar. É treinar e entrar para a luta.  Não tem muito o que estudar do Mutante. Ele é um cara forte, e tem treinadores de alto nível. Esperávamos uma grande luta para o Camozzi, O Cezar é um grande atleta, o embate vai ser num card principal bastante badalado. Vai contar bastante no currículo do Camozzi”, falou.

O brasileiro faixa-preta da Gracie Ilha já esteve no córner de Camozzi na luta contra Luiz Banha Cané, no UFC 153, e lembrou da pressão da torcida, mas comentou que o clima de estádio de futebol não abalou, e não deve abalar Camozzi.

“Na luta contra o Luiz Banha foi assim também. Todo mundo gritando, incentivando o brasileiro. Fica ruim para mim, que sou brasileiro e entendo tudo”, comentou aos risos, ressaltando que torce para os brasileiros, sempre que pode. “A minha torcida vai sempre para os brasileiros, mas meus alunos são minha família, e eles vem em primeiro lugar”

E você, acha que Camozzi tem armas e experiência suficientes para bater o campeão do TUF Brasil, Cezar Mutante? Confira abaixo o card da edição do UFC em Santa Catarina e comente conosco!

UFC no Combate 2
Arena Jaraguá do Sul, Santa Catarina
18 de maio de 2013

Vitor Belfort vs Luke Rockhold
Ronaldo Jacaré vs Costa Philippou
Rafael dos Anjos vs Evan Dunham
Cezar Mutante vs Chris Camozzi

Card Preliminar

Nik Lentz vs Hacran Dias
Francisco Massaranduba vs Mike Rio
Iuri Marajó vs Iliarde Santos
Paulo Thiago vs Lance Benoist
John Lineker vs Azamat Gashimov
Fábio Maldonado vs Roger Hollett
Gleison Tibau vs John Cholish
Jussier Formiga vs Chris Cariaso
Lucas Mineiro vs Jeremy Larsen

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *