Pan 2013: Bia Mesquita comenta final de absoluto atribulada com Gabi

Share it

Beatriz Mesquita em ação no Pan 2013. Foto: Erin Herle/GRACIEMAG

A cidade de Irvine, na Califórnia, recebeu no fim de março a 18ª edição do Pan da IBJJF. O ginásio do Bren Event Center foi o palco para a exibição dos faixas-pretas e seu refinado Jiu-Jitsu.

Na divisão feminina, a peso leve Beatriz Mesquita (Gracie Humaitá) foi um dos destaques da competição. A aluna de Letícia Ribeiro ficou com a medalha de prata no peso, ao fechar com a amiga Ana Carol Vidal Lebre, e com o vice no absoluto, após batalha contra a campeã Gabi Garcia.

Em papo com GracieMag, Bia rebateu as acusações feitas por Gabi Garcia, analisou a final do aberto e falou sobre o fechamento da categoria. Confira.

GracieMag: Qual foi o saldo após o Pan 2013?

BEATRIZ MESQUITA: Gostei da minha atuação, eu fechei o peso com minha amiga de equipe Carol Vidal. E fico sempre orgulhosa de chegar a uma final do absoluto, sendo peso leve. Fiz boas lutas, joguei certinho, cometi menos erros e venci minhas oponentes até a final.

Como foi a final de absoluto com a Gabi Garcia?

É sempre uma luta difícil, ela é no mínimo o dobro do meu tamanho. A Gabi vem ganhando todos os absolutos, mas eu entro sempre confiante no meu jogo e bem determinada. Acho que vem dando certo, pois apesar de eu não ter saído com a vitória, sou uma das que vem lutando melhor com ela, tenho lutado os dez minutos bem, sem ser finalizada. Ela passou minha guarda, e depois eu consegui repor. Resultado de muito treino de saída de quadril, a melhor maneira de repor a guarda. São habilidades sobrenaturais (risos).

A Gabi disse aqui em GracieMag que você a provocou no decorrer da luta. O que houve?

Olha, eu não fiz nada que pudesse provocá-la nem tirar a concentração dela. Lutei para fazer uma boa exibição, e tentando não me machucar mesmo com um soco e uma cotovelada que ela me deu, talvez achando que faria diferença. Meu espírito de guerreira não permitiu que eu me abalasse, mesmo com a boca sangrando, e sobrevivendo embaixo de tanto peso. Mas absoluto é isso, estou sempre preparada para o pior. Eu realmente não entendi, e gostaria de saber: o que será que eu fiz? Não sei mesmo. Acho que o problema dela foi não conseguir me finalizar… No fim da luta o árbitro nos conduziu aos cumprimentos e eu fui cordial e educada, enquanto ela virou as costas e ficou falando besteira. Atitudes imaturas são completamente desprezíveis ao meu ver.

Em Abu Dhabi vocês podem lutar novamente no absoluto. O que você planeja fazer diferente?

Os treinos continuam, e estudar os adversários e corrigir os erros faz parte disso. Mas o que vier de diferente vocês vão ver na nossa próxima luta (risos). Aprendi nesse Pan que nem sempre o importante é vencer. Tem vezes que apenas o carinho e o respeito de pessoas que você nem conhecia vindo dar parabéns compensam tudo. Isso realmente não tem preço.

E o fechamento com a Carol, como foi essa decisão?

Somos uma equipe, eu não tomo decisões sozinha. Em 2011, a Carol e eu fechamos o Pan e ela me deu a vitória. Foi inclusive quando ganhei minha faixa-preta. Agora foi minha vez de passar para ela. No Mundial já decidimos que cada uma vai na sua categoria, a Carol no pena e eu no leve, para defender o título que conquistei ano passado.

Você não garantiu a vaga na seletiva mas resolveu viajar para Abu Dhabi. Pronta?

Vou mais agressiva e finalizadora, esses sãos meus planos. Eu entro no tatame em busca da finalização que é o objetivo principal, mas claro que na faixa preta é um nível muito alto e nem sempre conseguimos pegar. Infelizmente não venci na seletiva de Manaus, mas como é um campeonato importante e profissional, decidi ir por conta própria.

Ler matéria completa Read more
There are 22 comments for this article
    • Godo Jr Junior at 7:38 pm

      Acho q precisamos deixar dessas picuinhas é por isso q o jiu-jitsu esta assim .deixa a briga com ás atletas quem esta de fora vai treinar p cada um fazer o seu.senão a coisa rende e termina criando um clima nada bom p o nosso esporte ,ooss vamos treinar rapaziada. abração e bons treinos p todos

  1. Claudia De Novais Lima at 6:54 pm

    Não dá nem pra comparar a habilidade das duas. A Bia Mesquita é uma competidora de altíssimo nível e muito guerreira. A Gabriela Garcia é grande, muito grande. Mesmo assim só conseguiu passar a guarda da Bia porque foi orientada em detalhes, na hora, pelo Gurgel. Em 2012 assisti à luta da semifinal do absoluto e vi Gabriela Garcia esfregando a mão na boca da Bia, (detalhe: ela usava aparelho) e mesmo assim não conseguiu passar a guarda. No pan 2013, usou o mesmo "golpe".

  2. Pedro Ponce at 7:17 pm

    Gabi garcia tem q começar a usar mais tecnica do que força, pq fazem 15 anos q faço jiu jitsu, e tento usar menos força e mais tecnica, principalmente qdo pego lutadores menores, qdo pego do mesmo porte, tem q fazer um pouquinho de força(risos) no caso dela, ela só pega lutadoras da metade do seu tamanho, e usa cada vez mais força!!!

    • Rodoviario Suldeste at 1:44 pm

      Verdade pedro a Gabi Garcia , não tem culpa de ser previlegiada coma genética, eu quero ver alguma jogadora de volei perder o valor da vitória por ser muito alto. Respeito todas atletas de jiujitsu, e por isso existem as categorias de peso, agora o que falta é um pouco de modéstia para uma atleta da metadade do peso das outras competidoras se escreverem no absuluto, e ainda alegarem o peso da oponente. Pu seja cada macaco no seu galho. Parabéns Gabi pelo excelete panamericano, e desconsidere a hipocrisia destas pessoas que dizem que não usariam tanto a foirça por que garanto que nunca fizeram uma final de grande importância como um panamericano e mundial. Continue com sua simplicidade e força. Ossss

    • Ana Pety at 1:45 am

      Mutaçao??? Eu li isso??? Kakakaka!! Cada besteira que se lê rsrs!!! Preparaçao fisica meu anjo, esforço, dedicaçao!! Gabi Garcia sempre vai ser criticada por pessoas como vc, como a Bia!!! Invejaaa , sentimento feiooo hein!! Parabens Gabi garcia, Mutaçaoo para ganhar?? Naoo , dedicacao isso simm!! E pra melhorar gabi, Vc é a Grande Lutadora e ponto!!! Issoo incomodaaa tantoo!! Q dó

  3. DiPipe Luciano Júnior at 1:41 am

    Fico impressionado com atleta que vai praticar um esporte de artes marciais, com extremo contato, numa categoria sem limite de peso e reclama de cotovelada, soco… como se fosse realmente assim, um soco descarado, ou uma cotovelada.
    É o esporte, ele é assim.

  4. Luana Muniz at 2:31 pm

    assim sou amiga das duas …e acho que todos aqui tem que respeitar as duas …otimas atletas….isso acontece desentendimentos…vamos tentar esfriar as coisas e nao tocar mais lenha!!!! osssssss

  5. Marcus Vinícius Bastos at 2:09 am

    Gabi Garcia detém os títulos, isto é incontestável, agora, quer acabar de uma vez por todas com as duvidas de todos … chama a Bia Mesquita pra guarda. Eu gostaria de ver. No mais, parabéns a ambas as lutadoras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *