Glória Maria recebe homenagem no CT dos irmãos Nogueira

Share it
Glória repete o mata-leão que aplicou em Minotauro nos tempos de Pride. Foto: Divulação

Glória repete o mata-leão que aplicou em Minotauro nos tempos de Pride. Foto: Divulação 

Há dez anos, os caminhos de Rodrigo Minotauro e Glória Maria se cruzaram quando a então repórter da TV Globo embarcou rumo ao Japão para gravar uma reportagem do “Fantástico” sobre a rotina dos lutadores brasileiros no extinto torneio Pride. Na ocasiãoMinotauro venceu o croata Mirko Cro Cop numa luta histórica e conquistou o cinturão interino dos pesos-pesados da organização. Nesta quarta-feira, dia 20 de março, a jornalista foi recebida com festa para inaugurar a sala de imprensa do CT do Team Nogueira, que a partir desta data leva seu nome na porta como forma de retribuir sua importância ao esporte.

Glória Maria conheceu o Centro de Treinamentos, guiada por Minotauro e Minotouro, assistiu e brincou com crianças da turma de MMA e muay thai infantil. Antes da inauguração oficial da sala, onde fica localizado o Departamento de Comunicação do Team Nogueira, composto por sete jornalistas, ela visitou a exposição permanente de fotos históricas dos principais atletas da equipe, cedida pelos fotógrafos Marcelo Alonso e Susumu Nagao, dois ícones do jornalismo marcial. Feliz com a homenagem, Glória confessa que o interesse pelo MMA surgiu após conhecer as histórias dos lutadores e sentir a energia dos amantes da modalidade.

“Foi um momento de grande aprendizado para mim. Foi fantástico presenciar um ginásio inteiro gritando o nome de um lutador, no caso do Minotauro. Fiquei surpresa ao ver o tamanho da idolatria que os japoneses tinham por ele e pelo Wanderlei Silva. Depois de conhecer a fundo suas histórias de vida, eu não só descobri um novo esporte, mas também a outra face de um lutador”, recorda.

Grande personagem da matéria do Fantástico, Minotauro fez questão de frisar a importância da reportagem e da coragem de Glória Maria enfrentar o preconceito ao esporte para o crescimento do MMA no Brasil.

“Na minha carreira eu tive alguns marcos, e a ida da Glória ao Japão é um deles. Ela teve um sensibilidade incrível para fazer aquela matéria, procurou mostrar um outro lado do lutador, mostrou nossos treinamentos, nos levou para jogar vídeo game, foi muito legal. A partir daquele momento começamos a ter mais reconhecimento dentro do Brasil. Nada mais justo do que darmos o nome dela à nossa sala de imprensa, que é uma extensão do trabalho que ela plantou lá atrás”, destaca.

Responsável pelo convite e organização da viagem de Glória Maria ao Japão, o jornalista Fernando Flores lembra que o trabalho àquela época não era nada fácil. Na época, os lutadores de MMA não eram bem vistos pela população brasileira, especialmente por conta de um passado de brigas e tumultos em campeonatos de Jiu-Jitsu.

“Na época os lutadores sofriam um certo preconceito dentro do país. Eu presenciava o crescimento da modalidade fora do país e falava com o Minotauro que não adiantava chegarmos na redação e contar uma história, tínhamos  que levar jornalistas conceituados para presenciar aquele momento. Tivemos algumas dificuldades, foram feitas muitas negociações, mas graças à vontade da Gloria conseguimos ter este grande retorno para o MMA brasileiro”, concluiu.

Além de ser sede da assessoria de imprensa do Team Nogueira, a Sala de Imprensa Jornalista Glória Maria também é de livre uso dos jornalistas que forem cobrir os treinos da equipe.

Placa feita em homenagem à jornalista. Foto: Divulgação

Placa feita em homenagem à jornalista. Foto: Divulgação

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *