Faixa-roxa Chris Camozzi e o primeiro objetivo: chegar ao top 10 no UFC

Share it
Camozzi largou a esquerda em Nick Ring e venceu na decisão. Foto: Josh Hedges/Zuffa LCC via Getty Images

Fera do muay thai com gosto pelo pano, Camozzi largou a esquerda para vencer Nick Ring na decisão. Foto: Josh Hedges/Zuffa LCC via Getty Images

Uma das mais disputadas categorias do UFC, a divisão dos médios é abarrotada de estrelas e lutadores em ascensão. Um dos que buscam um lugar ao sol é o californiano Chris Camozzi, que venceu Nick Ring na decisão dos jurados no UFC 158, dia 16 de março, no Canadá. Com a vitória, Camozzi acumulou o quarto sucesso consecutivo, e agora está em busca de desafios maiores na carreira. O primeiro objetivo: figurar no ranking dos médios do UFC.

GracieMag conversou com o treinador de Jiu-Jitsu de Camozzi, o brasileiro Diego Moraes, faixa-preta da Gracie Ilha e treinador de feras como Anthony Pettis, Scott Jorgensen e outros.

Sobre a luta, Diego diz que a tática foi seguida. “Chris seguiu o plano, que era manter a luta em pé, e botar a pressão no muay thai. Treinamos muito o Jiu -Jitsu dele para essa luta porque sabíamos que o Nick ia buscar as quedas. Ele não conseguiu, mas estávamos preparado para o chão”, disse Diego.

Líder da Team Moraes ao lado do irmão Daniel Moraes, campeão mundial de Jiu-Jitsu, Diego falou que tem usado as técnicas de pano para afiar o jogo de solo de Camozzi.

“A gente sempre treina de kimono, ele tem um biótipo muito bom para o Jiu-Jitsu, pois é comprido. Ele agora está começando a ficar bem malandro no chão, inclusive pegou a faixa-roxa”, contou.

Sobre a situação de Chris no UFC após a vitória, Diego resumiu:

“Acho que essa vitória vai colocar o Chris entre os dez da categoria no ranking oficial. Ele tem quatro vitórias seguidas, e isso é o que esperamos. Ainda não pensamos em próximos adversários, mas tenho certeza que será um oponente duro, para uma grande luta”, torceu Diego.

E você, leitor, acha que Chris Camozzi está pronto para oponentes mais duros? Comente.

UFC 158
Bell Centre, Montreal, Canadá
16 de março de 2013

Georges St-Pierre venceu Nick Diaz na decisão unânime dos jurados

Johny Hendricks venceu Carlos Condit na decisão unânime dos jurados

Jake Ellenberger nocauteou Nate Marquardt aos 3min do R1

Chris Camozzi venceu Nick Ring na decisão dividida dos jurados

Mike Ricci venceu Colin Fletcher na decisão unânime dos jurados

Card Preliminar

Patrick Cótê venceu Bobby Voelker na decisão unânime dos jurados

Darren Elkins venceu Antonio Carvalho por nocaute técnico aos 3min6s do R1

Jordan Mein venceu Dan Miller por nocaute técnico aos 4min42s do R1

John Makdessi venceu Daron Cruickshank na decisão unânime dos jurados

Rick Story venceu Quinn Mulhern por nocaute técnico aos 3min5s do R1

TJ Dillashaw nocauteou Issei Tamura aos 26s do R2

George Roop venceu Reuben Duran na decisão unânime dos jurados

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *