Lucas Lepri pronto para fechar o Pan 2013 com Michael Langhi: “Corrigi alguns erros”

Share it
Lucas Lepri comemorando. Foto: Dan Rod

Lucas Lepri comemora mais uma vitória. Foto: Dan Rod

Faixa-preta de Fabio Gurgel, o bicampeão do Pan Lucas Lepri chega a  Irvine com uma motivação a mais para o campeonato que começa hoje.

O amigo Michael Langhi conseguiu tirar o visto para lutar na Califórnia e marca mais uma vez presença no peso leve. As feras de São Paulo fecharam o peso em 2010 e 2011, e querem chegar ao pódio novamente este ano.

Atual vice-campeão mundial dos leves, Lepri comenta o que aprendeu com derrotas recentes, e prometeu um Jiu-Jitsu ainda mais ofensivo, mesmo que estratégico em alguns momentos da luta. Confira.

GracieMag: Como foi a preparação para o Pan 2013?

LUCAS LEPRI: Estamos treinando forte com o time da Alliance todo reunido. O treinamento foi feito em Atlanta, e hoje estou me sentindo muito confortável em qualquer área, por cima ou por baixo. Estou com muita vontade de lutar e vencer. Corrigi alguns erros que cometi em competições recentes, e acho que isso pode fazer a diferença para chegar ao ouro num campeonato complicado como o Pan.

Você já traçou sua tática para o Pan?

Estou com um pouco mais de calma para tentar finalizar, para não perder posições como ocorreu algumas vezes no ano passado. A ideia é buscar a finalização como sempre, claro. Os fãs podem esperar um Jiu-Jitsu para a frente, sempre em busca da finalização. Mas aprendi muito com as derrotas no ano passado. Aprendi que a estratégia é muito importante em algumas situações. Não era um cara que me preocupava em fazer estratégia, costumava deixar a luta acontecer.

O peso leve traz alguns nomes novos, como Tanner Rice e Oliver Geddes, além de velhos conhecidos como o JT. Como você avalia a concorrência?

O peso leve é sempre uma categoria muito disputada. Treinei bastante sabendo que teria vários campeões pela frente. Mas é exatamente isso que me motiva ainda mais a treinar. É sempre bom termos desafios. E no fim das contas eu fico tranquilo, pois treino Jiu-Jitsu todos os dias e amo o que faço. Eu sei que nasci para lutar. A competição é apenas a hora de mostrar todo o suor que você deixou no treinamento, toda a dedicação. Tudo isso me dá força e confiança na hora H.

Para ver as chaves do Pan 2013, clique aqui.

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *