Otavio Sousa e a guerra entre os médios no Pan: “O dever já foi feito”

Share it
Otavio Sousa durante seminario em Lisboa Foto Acervo Pessoal

Otavio Sousa durante seminário de Jiu-Jitsu na GB de Lisboa. Foto: Acervo Pessoal

Faixa-preta do professor Zé Radiola (GB Pernambuco), o campeão mundial Otavio Sousa vive uma situação curiosa. Mesmo sendo o melhor do mundo no peso médio, não é o franco favorito ao ouro no Pan 2013, dos dias 20 a 24 de março, em Irvine, na Califórnia.

O motivo? A quantidade quase inacreditável de pedreiras que acabaram caindo na divisão da fera, este ano – nomes como Leandro Lo, Kayron Gracie, DJ Jackson, Clark Gracie, Rafael Formiga, Vitor Henrique, Lucas Rocha, Marcelo Mafra etc etc…

(Confira todos os inscritos, aqui.)

O pernambucano bateu um papo com o GracieMag.com e revelou seus planos para vencer, apesar dos obstáculos de respeito.

GracieMag: Como estão os treinos no QG da Gracie Barra, com tantos amigos reunidos?

OTAVIO SOUSA: Estão perfeitos, agora é segurar a vontade de lutar logo. Meu professor Zé Radiola, meus amigos e parceiros de treino de Recife estão quase todos aqui comigo na Califórnia. Com isso estou corrigindo falhas todos os dias, e o pessoal me dando aquela força. Já estou treinando forte há um bom tempo e agora ficou 100%. Queria agradecer a todos que fizeram parte do meu treinamento, toda galera que treina na academia do Rômulo Barral, meus alunos da GB Headquarters, enfim todo o pessoal da Gracie Barra.

Qual o plano para colocar novamente a medalha dourada no pescoço?

Como sempre a categoria médio é sempre uma das mais disputadas, cheias de grandes nomes e ainda com atletas duros chegando da marrom. Definitivamente só vai ter lutão, e vou dar meu máximo. Agora estou com meu jogo bastante afiado, bem justo e me vejo mais maduro também. A cabeça está bem melhor do que há tempos atrás, e me sinto mais confiante.

Como funciona este seu aspecto mental na hora da competição, Otavio?

Na minha forma de ver Jiu-Jitsu, a cabeça é tudo na hora da luta. Se você estiver bem de cabeça no dia do campeonato, e tiver feito o dever de casa direitinho todos os dias, a chance de você se dar bem é grande. Então acho que tenho essas armas para me sagrar campeão neste Pan. O dever de casa foi feito e a cabeça esta ótima.

Você aprendeu muito com as derrotas para o Kron (Metamoris) e para seu companheiro Rominho (IBJJF Pro League), no fim da última temporada?

Toda derrota só faz deixar o atleta ainda mais forte, pelo menos no meu caso, pois odeio perder. Quando isso ocorre eu começo a treinar mais forte que nunca, para não perder de novo. Sem dúvida eles são dois grandes atletas, tanto Rominho quanto Kron, ambos são muito duros. Essas lutas só me fizeram ainda mais forte para a temporada 2013.

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *