A arte de finalizar sem nem mesmo montar, pelo campeão de Jiu-Jitsu Robinho Moura

Share it

Já nas melhores bancas do Brasil, a GracieMag edição #193 é para você que quer finalizar ainda mais rápido, com segurança e sem se expor para o oponente capotar e vir para cima.

Você foi capaz de passar a guarda? Bem, então não dá para perder mais. É o que Robinho Moura (Nova União) ensina este mês, na reportagem de capa. E olha que o monstro peso-pluma é apenas o personagem principal de uma edição que traz José Aldo, Ronda Rousey, Fernando Tererê, Alan Finfou, Léo Nogueira e muitos outros astros.

A seguir, listamos os principais artigos da revista, um verdadeiro manual de Jiu-Jitsu para todos os fãs e praticantes de arte suave, de 7 a 70 anos ou mais.

Robson Moura ensina macetes do ataque lateral

A edição de março oferece, mais uma vez, uma fornada quentinha de ensinamentos para melhorar seu Jiu-Jitsu e em consequência sua vida. A reportagem principal versa sobre o ataque lateral, recurso com fundamentos múltiplos e variados. Um dossiê completo para você finalizar rapidamente quando estiver em posição perpendicular ao corpo do adversário. Sim, sabemos que passar a guarda não é tarefa fácil. Por isso, quando chegar lá você precisa ter golpes letais na manga. Robinho, tetracampeão mundial na faixa-preta, revela seu repertório variado em posições inéditas.

Assine logo sua revista de Jiu-Jitsu favorita com desconto, clicando aqui.

Transforme a sua academia numa escola

No BATE-PRONTO deste mês, o professor José Henrique Leão Teixeira, o “Zé Beleza”, conta em entrevista como criou e desenvolveu cursos especializados para quem ensina Jiu-Jitsu. Dos conceitos de gestão de uma academia ( ele prefere o termo “escola”) a aspectos como a motivação dos alunos, um guia de boas dicas para quem trabalha e vive do Jiu-Jitsu. Leia em sua revista predileta e aprenda com ele.

A volta de Tererê no Europeu de Jiu-Jitsu

Mesmo sem ter a clássica final do absoluto na faixa-preta, o evento em Lisboa emocionou com diversos combates eletrizantes, realçados pelo carisma de Fernando Tererê e pela rivalidade que se acende cada vez mais entre Keenan Cornelius e os irmãos Miyao. Veja ainda como foram as estreias de Rubens Cobrinha e Romulo Barral em solo europeu, e muitos outros bastidores.

PLANO DE AULA: João Gabriel ensina golpes abusados

No PLANO DE AULA, mais uma seção inovadora criada pela equipe GracieMag, o recém-graduado faixa-preta João Gabriel mostra cinco ataques ricos em ousadia, criatividade e, claro, técnica e eficiência. São manobras petulantes que os adversários tendem a não acreditar que vão ser eficientes até batucarem. Entre elas, o estrangulamento polêmico que Augusto Tanquinho tentou aplicar em JT na final do Mundial Sem Kimono, em 2012.

INTRO: José Aldo, o justiceiro

Na última luta do UFC 156, em fevereiro, o campeão dos penas José Aldo defendeu seu cinturão contra Frankie Edgar. A dupla de craques esbanjou no talento e mereceu o prêmio de “melhor luta da noite”. Veja o que aprendemos com a luta.

Ronda Rousey e a revolução de sutiã

Em NOCAUTE, encartada em sua revista favorita, você entende por que a primeira campeã do UFC, Ronda Rousey, abre um novo capítulo na saga do Jiu-Jitsu, e não apenas na história do MMA. Entenda por que ela tem mudado o esporte, e até a forma de se apostar no UFC.

MMA e o enigma do triângulo

O estrangulamento conhecido como triângulo já viveu tempos de mais prestígios no UFC. Há pouco, o golpe mais claustrofóbico do Jiu-Jitsu protagonizou noites de glórias e euforia. Chael Sonnen e outros lembram bem disso. Mas por que tão poucos astros do têm conseguido aplicar com sucesso está clássica armadilha do Jiu-Jitsu? Astros do UFC e treinadores como Zé Mario Sperry esclarecem.

Preparação: circuitos que vão melhorar seu corpo para o Jiu-Jitsu

Em sua coluna deste mês, Martin Rooney ensina como treinar para você garantir força, flexibilidade, equilíbrio e resistência.  Com isso você vai cair dentro para surpreender o oponente e ganhar status de incansável. Imperdível.

Quer assinar GRACIEMAG hoje mesmo? Confira os descontos e não perca tempo. Clique aqui.

Ler matéria completa Read more
There are 6 comments for this article
  1. Macarius Gallius at 12:54 pm

    o artigo do Martin Rooney está excelente, e também a revista como um todo, mas o grande pulo do gato, seria retirar a nocaute e deixar só o jiu-jitsu e submission esportivo, haja vista que a parte da Nocaute, via de regra, está sendo uma parte da revista profundamente teórica, já que querem continuar com a Nocaute, então abordem aspectos práticos do vale tudo, e não a teoria. fica a dica.

    • Gustavo Caetano at 1:29 am

      Eu sou a favor de retirar a nocaute e dedicar o espaço totalmente ao jiu jitsu, mas gostaria de ver muito mais entrevistas, dicas e qualquer outro tipo de matéria ao invés de só posições, até porque posições se encontram aos milhares pela internet, tem edições que vem praticamente inteirinha só com posições, muitas imagens e pouca informação. Conteúdos exclusivos que só a GracieMag poderia alcançar é que eu queria ver.
      Mesmo assim parabenizo ao revista, não perco uma.

    • Macarius Gallius at 1:55 am

      Gustavo Caetano, eu endosso tudo o que você disse, acompanho a revista gracie desde o ano 2000, e sinto falta daquilo que a revista tinha e hoje não tem mais, para se ter uma ideia a gracie tinha uma coluna de fisioterapia, a coluna da Jack, onde era tirada dúvidas das mais variadas dos leitores, havia uma seção com o médico Hélio Ventura onde era abordado o uso dos mais variados suplementos e sua correta utilização, vários artigos com a rotina de treinamento de vários atletas de ponta do exterior, me recordo em que em uma única edição, veio uma matéria com toda a série de musculação de Shakille O,Neal-só para se ter uma ideia de como era….. mas com certeza o pessoal da revista era para analisar essa proposta de se retirar a Nocaute junto aos demais leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *