Hendo pode ter lutado contundido com Machida, entrega membro da equipe

Share it
Dan Henderson teria enfrentado Lyoto machucado. Foto: Donald Miralle/Zuffa LCC via Getty Images

Dan Henderson vs Lyoto Machida. Foto: Donald Miralle/Zuffa LCC via Getty Images

As lesões são sempre motivo de atenção para a organização do UFC. Por conta delas, muitas lutas deixaram de ser realizadas e até eventos inteiros foram cancelados. E como seria o UFC 157 sem a luta entre Dan Henderson e Lyoto Machida, coevento principal da edição realizada dia 23 de fevereiro, na Califórnia? O lutador e companheiro de equipe de Hendo,  Tarec Saffiedine,  disse que Dan não estava em plenas condições para esta luta, apesar de estar psicologicamente perfeito.

” Dan está sempre 100% psicologicamente. Mas fisicamente, ele não estava. Eu não sei se posso dizer isso, mas ele não estava 100% saudável nesta luta”,  revelou Saffiedine ao programa “The MMA Hour”, apresentado por Ariel Helwani.

É difícil pensar em que aspectos o ex-campeão do Strikeforce não estaria 100% para esta  luta. Competidores da velha guarda, como Matt Hughes, diziam que lutar com pequenas contusões era natural nos áureos tempos do Ultimate, e que em certas vezes os lutadores de hoje em dia deixam de competir por uma lesão não tão grave.  Dan Henderson chegou a se desculpar após a luta, dizendo que não deu o seu melhor contra Machida.

“Ele fez um bom trabalho e se movimentou. Peço desculpas pela atuação. Deixei Lyoto lutar a luta dele”, disse Henderson.

E você, leitor, acha que a condição física de Dan Henderson fez a diferença no resultado da luta contra Lyoto Machida? Opine!

UFC 157

Anaheim, Califórnia, EUA

23 de fevereiro de 2013

Ronda Rousey finalizou Liz Carmouche na chave de braço aos 4min49s do R1

Lyoto Machida venceu Dan Henderson na decisão dividida dos jurados

Urijah Faber finalizou Ivan Menjivar no mata-leão em pé aos 4min34s do R1

Court McGee venceu Josh Neer por decisão unânime

Robbie Lawler venceu Josh Koscheck por nocaute técnico (socos) a 3min57s do R1

Brendan Schaub venceu Lavar Johnson na decisão unânime dos jurados

Michael Chiesa finalizou Anton Kuivanen no mata-leão aos 2min29s do R2

Dennis Bermudez venceu Matt Grice na decisão dividida

Sam Stout venceu Caros Fodor na decisão dividida

Kenny Robertson finalizou Brock Jardine na chave de virilha com gancho nas costas aos 2min57s do R1

Neil Magny venceu Jon Manley por decisão unânime

Nah-Shon Burrell venceu Yuri Villefort por decisão unânime

 

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. Éber Godofredo at 4:53 pm

    Acho q com certeza essa luta poderia ter sido melhor, o hendo não esteve em seu melhores dias, talves possa ter sido lesão, más contrariando oque alguns corneteiros tão dizendo por ai, Após assistir a luta várias vezes vi q o Lyoto venceu os tres assaltos sem sombra de súvidas. Aquela decisão dividida é converssa!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *